top of page

177ª CIRANDA CAPPAZ – 02/2024


01

ABERTURA

TEMA: PAZ INTERIOR, SORRIA

Eda Bridi

 

Este é o tema da 177ª Ciranda Temática Mensal (virtual), da Confraria Artistas e Poetas pela Paz – CAPPAZ, sede em Santa Catarina, sendo presidente fundadora Joyce Lima Krischke. A finalidade da CAPPAZ é trabalhar pelo Bem e pela Paz no Planeta! Tendo sido agraciada com o título de confreira honorária, desde 2013, procuro fazer minha parte; hoje, trazendo para “Letras & Fatos” o texto, com o qual participo da Ciranda, para compartilhar com meus assíduos e caros leitores, esparramando mensagens de Paz para tantas cidades onde chega a Gazeta da Serra, no impresso ... e de forma digital. Que privilégio!

PAZ NO CORAÇÃO! SORRIA! É fácil e humano ter paz no coração! Comecemos tirando as amarras de ressentimentos, angústias, preocupações vãs, medos.

E coloquemos coragem, confiança, força e fé, alegria! Se, preocupações reais, busquemos socorro, soluções; conforme a dor, a tristeza... havemos de encontrar o antídoto que salva! A PAZ!

A cada manhã, estendendo nosso olhar ao Cristo Acolhedor (à noite, iluminado), no alto do morro, na Granja do Silêncio/Sobradinho, às margens da RS 400, pratiquemos a meditação sobre o dom da vida, a família, o trabalho, as amizades, e manifestemos nossa gratidão através da oração “Pai Nosso”!

A paz também faz morada no nosso coração:

 Quando praticamos atos de solidariedade; seja um abraço, um abrigo, uma marmita, um copo d’água, uma flor, um livro, uma palavra de conforto e de esperança.

Quando brincamos e contamos histórias para as crianças; quando dedicamos respeito, cuidados e gratidão aos idosos.

Quando fazemos nossas caminhadas, e vamos contemplando a natureza e tudo que nela existe e está ao nosso alcance, e a preservamos.   

Quando assumimos responsabilidades pelo bem da comunidade e as cumprimos com resultados gratificantes.

Quando agimos com sabedoria e mantemos serenidade nos momentos mais difíceis da vida, em situações pessoais ou no contexto social.

Quando ouvir música, ler uma poesia ou um salmo ou um mantra, nos transporta para um estado de sublimação, de contemplação, e aquieta nossa alma para que a paz tome conta dela.

Quando colhemos uma flor e observamos a sua beleza: pétalas, folhas, caule, cor, perfume! Lembro quando cursava o Magistério, na Escola Normal Sagrado Coração de Jesus, em Santa Cruz do Sul, nossa professora de Língua Portuguesa, Irmã Rosalva, entrou na sala de aula trazendo uma rosa vermelha, e nos falou para observarmos a perfeição daquela flor – obra do Criador! São quase 70 anos, e essa imagem está tão presente em minha mente, e muito mais em meu coração!

Lembremos de São Francisco de Assis! Ícone da CAPPAZ! De sua imagem “conversando com os passarinhos”, no alto de uma pedra bruta, na “Toca da Paz” - sede idealizada e construída pela presidente fundadora, em sua propriedade – uma casa de construção ecológica, de materiais de sucata e pintura nas cores azul real e branco; nas paredes externas, lindos girassóis, “tão reais”, obra da confreira, a artista plástica Mirian Arceno, em meio à natureza - um recanto de árvores nativas, flores silvestres, borboletas, cobras ... Conta Joyce que “macaquinhos arteiros fogem pela vizinhança e tucanos encantam com o som de seus grunhidos “, enquanto águas cristalinas vêm do alto do morro. Um “paraíso”! Inspiremo-nos e multipliquemos desejos de “Paz e Bem”! Com alegria!

Sobradinho/RS, fevereiro de 2024

 

Este texto foi publicado na minha coluna “Letras & Fatos”, Gazeta da Serra - Sobradinho – o Jornal da Região Centro Serra do Rio Grande do Sul, na data de 23 de fevereiro de 2024.

 

PARTICIPANTES DA 177ª CIRANDA – CAPPAZ – PAZ INTERIOR, SORRIA

 

1.       Antônio Oliveira (Cardoso) (14)

2.       Carlos Reinaldo de Souza (17)

3.       Conceição Ferreira (10)

4.       Deomídio Macêdo (03)

5.       Dido Oliveira (13)

6.       Eda Bridi (01) ABERTURA

7.       José Maria de Jesus Raimundo Silva (05)

8.       Joyce Lima Krischke (02)

9.       Joyce Lima Krischke (11)

10.   Lúcia Silva (16)

11.   Lourdes Ramos (07)

12.   Neneca Barbosa (08)

13.   Roseleide Santana de Farias Silva (15)

14.   Sandra Lúcia (12)

15.   Sonetistas CAPPAZes (18) ENCERRAMENTO

16.   Valmir Vilmar de Sousa (Veve) (09)

17.   Vilson Lavor Holanda (06)

18.   Wellington Costa (04)



02

PAZ INTERIOR, SORRIA!

Joyce Lima Krischke

 

Penso a vida com sentido e poesia.

Ah, Paz Interior, noite e dia – Sorria!

Tentando fazer a Poesia da Vida...

Amando e desejando ser querida.

 

Ciranda que juntos participamos,

demonstra o quanto nos preocupamos,

com a Vida neste Planeta e com a Paz.

Poesia é lirismo de quem a faz!

 

Sigamos cirandando a sorrir em Poesia,

cantando aos pássaros nossa energia.

Guerreiros da Paz e do Amor, sem cessar.

 

CAPPAZ- a Paz interior vivenciar.

Pressinto o dia de amanhã com mais luz,

Paz Interior, Sorria, ela reluz!

 

Balneário Camboriú/SC- 18/02/24.

 

03

SORRISO INTERIOR

Deomídio Macêdo

 

Num dia lindo de primavera, caminhava tranquilo pela estrada, a observar as terras e as planícies.

Na cena, o sol derramava seus raios de luzes

sobre a natureza e sobre o meu ser embriagado de amor.

Ali em oração, agradeci a Deus pela vida,

enquanto a minha PAZ INTERIOR sorria de alegria.

 

04

PAZ INTERIOR, SORRIA

Wellington Costa

 

O mundo precisa de gente,

Que apoie e promova a paz,

Pois, muito tempo não há mais,

Pra se pensar diferente;

Por isso, siga em frente,

Por onde for, seja uma luz,

O resto o Pai conduz,

Amor, em tudo envolvo,

Sendo possível resolvo

Mas se não for, só Jesus.

 

Cabedelo - PB.

 

05

PAZ INTERIOR- SORRIA N° 1.955

José Maria de Jesus Raimundo Silva

 

A paz é um ideal.

A humanidade deve se unir a este objetivo.

Devemos vivê-la intensamente.

E transmiti-la a todos.

Agindo assim,

Daremos fim às guerras, terrorismo,

assassinatos, discórdias e violências.

Vamos viver as palavras da Bíblia.

Amar a Deus, Filho e Espírito Santo.

Imitar São Francisco de Assis:

" onde houver ódio que eu leve amor,

Onde houver tristezas, que eu leve alegria "

 

Varginha 20/02/2024

 

06

PAZ INTERIOR

Vilson Lavor Holanda.

 

O meu mundo interior

É um mundo repleto de luz

E fulgura raios de amor;

Nele, todo sentimento conduz

A um estado de paz

Mui prazeroso, assaz.

Neste mundo me acalmo,

Refrigero a minh‘alma,

Sinto o pulsar da emoção

E clareio a minha mente;

Nele, ouço a voz do coração

Falando suavemente

Que a paz e a felicidade

Jorram de uma única foz

Que está dentro de nós;

E que a porta para liberdade

Somos nós que temos a chave!

 

07

O TEU SORRISO

Lourdes Ramos

 

Em voo rasante de borboleta

 

Aporto na flor do teu sorriso

 

E sou céu, mar... E eu sou rio

 

E sorrimos, rimos e eu sorrio

 

Eu rio de nós, de ti e de mim

 

Teu sorriso me é tão precioso

 

E almas felizes se entrelaçam

 

E em risos sonoros e frouxos

 

Em cósmico e intenso abraço...

 

E seremos assim, eternas crianças!

 

08

FORÇA INTERIOR

Neneca Barbosa

 

Percorro com esmero meu interior,

e descubro nele a força divina.

Sou do Universo cooperador,

de transmitir o que Ele me ensina.

 

A Vida é um constante aprendizado

cada dificuldade é necessária,

para despertar, o que está guardado

em minha alma, na caminhada diária.

 

Abro, para mim, a porta da esperança

deixando contente meu coração,

voltando a sorrir como uma criança,

e sublimes valores surgirão.

 

Deixo brotar a paz no meu céu

para que minha pedra seja lapidada...

Assim, minha consciência rasgará seu véu,

para que possa voar a cada alvorada!

 

João Pessoa, PB

 

09

ORAÇÃO DE UM FILHO TEU

Valmir Vilmar de Sousa (Veve)

 

Senhor

Eis-me aqui

Rogando a ti

Paz no meu coração

Serenidade em minhas ações

Tolerância para com os outros

Respeito com os diferentes

Atitudes exemplares

Amor fraternal

Diálogo amoroso

Perdão em nossas falhas

Fé para enfrentar as dificuldades

Liberdade em nossos pensamentos

Responsabilidade em nossos atos

Deveres a serem cumpridos

Direitos a serem adquiridos e mantidos

Alteridade para com os outros

Pois sem estes ingredientes

Não seremos realizados e felizes

Estaremos contra ti e contra nós

Perdoe os nossos desvios

AMÉM

 

10

AO LÉU sem MINHA PAZ INTERIOR.

Conceição Ferreira

 

Meu sorriso abriu- se em flor ao vê-la.

E ansiei tê-la!!!

Meu, ah! de encantamento ecoou cantante,

ante sua beleza exuberante.

O ocaso coloria a tarde.

Agora, o sol não mais arde,

a lua vem passear,

as estrelas tornar-se-ão cintilantes.

Você, menina, que nem sei se seu sorriso é cativante... desapareceu!!!

Daí, meu sorriso feneceu!

O sino da Sé bimbalhou seis horas,

Ficarei ao léu até as "horas mortas",

Reticente aguardando se voltas,

fazendo meu sorriso abrir-se em flor.

E eu sentir de volta, amor,

minha paz interior.

 

11

POETA - PAZ E SORRISOS

Joyce Lima Krischke

 

O Poeta é semeador de Paz do Mundo...

Seus poemas vão em qualquer direção.

Semeia sorrisos no coração;

Sorrisos de Amor que soam profundo!

 

O poeta é sempre um andarilho...

É o peregrino do Amor e da Paz.

Ao Poeta, importa os versos que faz!

Pouco lhe importa, dos palcos o brilho.

 

Mãos que garimpam Paz e Amor em versos;

Mãos que repassam a matéria prima,

Sorrindo sua Paz interior sem rima...

 

Poemas e sorrisos controversos!

Poeta que semeia Paz noite e dia...

Mesmo àquele que diz – utopia.

 

Balneário Camboriú, 28/02/2024.

 

12

OS VÉUS DA NATUREZA

Poetisa: Sandra Lúcia de Souza Santos

 

Ao buscares o melhor de mim

Encontrarás em meu avesso, o infinito,

Quando meus olhos procuram por ti,

Se estais em mim mesmo.

Buscais tão longe o que possuis

No âmago de tua essência,

Onde a felicidade nasce

Mesmo com a penumbra da noite.

O que existe de mais belo

Quando descortinas os véus da natureza?

Quando tantas buscas incontidas

Trituram tantas incertezas?

Quando o infinito, que só tu alcanças,

Desnuda, descalça, e livre da carcaça

Onde te escondes.

Vem viver a infinita beleza

Que as mínimas coisas alcançam.

Longe, bem longe de qualquer preconceito

Revelando a essência de puro amor

Que guardas em ti mesmo.

E talvez descubras em algum tempo,

Quando a simplicidade pousar em teu coração

E perder-te, com toda felicidade

Que o amor contempla.

 

13

A PAZ INTERIOR

Dido Oliveira

 

É algo bastante complexo na vida, muitos a buscam através de meditação e outras terapias disponíveis. Nem todos conseguem essa paz interior, mas há sempre condições de que isso esteja mudando, principalmente para quem tem a mente aberta para novas possibilidades e o autoconhecimento é fundamental para se chegar a um bom termo nessa questão. O fato é que a humanidade sempre buscou, e continua buscando, por essa paz interior, mas acaba descobrindo que ela depende de vários aspectos exteriores, como relacionamentos, situação financeira, trabalho, saúde... E, em algumas situações, o jeito é desapegar, deixar ir, procurar esquecer o que não se consegue mudar. Ter a mente focada em coisas boas, nos bons amigos, nas vitórias que obteve ajudando o próximo e sempre pensar positivo, é uma arma da alma, a bala boa,  disparada pelo gatilho da fé. Muitos conseguem essa paz interior, através de religiões e práticas espirituais, onde a fé de cada um, conduz o indivíduo a um infinito pleno, suave, calmo – isso é paz interior.

 

14

SORRIA

Cardoso 02/2024

 

Sorria Paz e Alegria

Sorria Melancolia

Sorria Felicidade

Sorria Sabedoria

 

Você sorria Carnaval

Sorria você Alegoria

Você sorria Fantasia

Sorria você Noite Dia

 

Você sorrindo tá em Paz

Sorrindo você é Maravilha

Você sorrindo em Harmonia

Sorria você chegou na Bahia

 

Sorria na Diversidade

Sorria com Fé e Caridade

Sorria para Sociedade

Sorria com a Fraternidade

 

Sorria com Paz e Emoção

Alma Mente e Coração

Acalento da População

É Sorriso Paz e União

 

15

PAZ INTERIOR, SORRIA

Roseleide Farias

 

Para termos a paz interior

Antes é preciso um amor

Zelo e justiça aos irmãos

 

Indignação é fogo sagrado

Tendo no peito equilíbrio

E pagar o Mal com o Bem

Refletindo a harmonia

Intrínseca no coração

Onde a omissão não exista

Refém do medo e coação.

 

Sorria seres valentes

Onde não se curva à covardia

Rir se a missão é cumprida

Rezar por força e Luz

Indigno é o nosso viver

Ao não sentir a dor do irmão

"No coração de Jesus".

 

16

PAZ INTERIOR, SORRIA

Lúcia Silva

 

Eu tenho paz interior,

respiro felicidade!

Aonde vou, transbordo amor,

sorriso e fraternidade!

 

Minha força, meu ser guerreiro,

enfrenta qualquer desafio,

Pois, no meu íntimo altaneiro

existe certeza e brio!

 

Assim, de cabeça erguida,

alma feliz, sigo, audaz!

Pelas estradas da vida

levo sorrisos e PAZ!

 

17

PAZ INTERIOR, SORRIA

Carlos Reinaldo de Souza

 

O meu desejo é ter paz!

A paz que sempre sonhei,

e que me torna Cappaz,

provém de Deus, eu bem sei.

 

Guardo, com muito carinho,

o que me torna feliz,

seguindo assim meu caminho,

nesta boa diretriz.

 

A paz garante um sorriso,

minha alegria, também,

pois disto sempre preciso.

 

Portanto, a Deus agradeço,

tudo que d'Ele provém,

e nesta paz adormeço.

 

Lafayette – MG

 

ENCERRAMENTO

PAZ INTERIOR, SORRIA!

Sonetistas CAPPAZes

 

O ser humano busca sua paz (Neneca Barbosa)

interior, e vive com a luz (Josias Alcântara)

do amor, mostrando um coração capaz, (Hélio Cabral)

que pulsa em cada peito, e então seduz! (Carlos Reinaldo)

 

Sorria, e sinta todo bem que o faz (Neneca Barbosa)

a natureza plena, audaz, conduz (Josias Alcantara)

com alegria, toda vida apraz (Joyce Lima Krischke)

e, com bondade, tudo se traduz. (Hélio Cabral)

 

É bem assim, que o ser humano vive (Josias Alcântara)

a lapidar a sua pedra bruta, (Neneca Barbosa)

em busca de um sorriso que o cative. (Carlos Reinaldo)

 

O mundo clama a paz, o bem e o amor (Joyce Lima Krischke)

e, assim, superará tamanha luta, (Hélio Cabral)

com harmonia esculpe o seu valor! (Josias Alcântara)

 


177ª CIRANDA CAPPAZ – PARTE LIVRE

 

01 ABERTURA

A COLHEITA DO AMOR

Vilson Lavor Holanda

 

Adube seu coração

Com o fertilizante da bondade.

Semeie a gentileza

E a solidariedade

No seu campo de atuação.

Cultive a amizade

E a regue com lealdade.

Por onde andar plante

A fértil semente do bem.

Que as suas palavras sejam carinhosas como a suave brisa da manhã

Acariciando pétalas de rosas.

Que o seu olhar seja terno

e o seu sorriso sincero

Expressando a bondade da alma.

Irrigue a vida constantemente

Com lágrimas de contentamento

E colherás eternamente

O delicioso fruto do amor.

 

PARTICIPANTES

 

1.       Antonio Zanetti  Junior (10)

2.       Dilson Ferreira (07)

3.       Dilson Ferreira (11)

4.       José Maria de Jesus Raimundo Silva (06)

5.       Joyce Lima Krischke (09)

6.       Lourdes Ramos (04)

7.       Lúcia Silva (13)

8.       Neneca Barbosa (05)

9.       Odilon Machado de Lourenço (02)

10.   Salomé Pires (08)

11.   Sandra Lúcia (12)

12.   Terezinha Teixeira Santos (03)

13.   Vilson Lavor Holanda (01) ABERTURA

 

02

RETINAS

Odilon Machado de Lourenço

 

No olhar periférico da tua face

Enxergo universos e pequenos regatos

Quando as retinas se fundem, encontros de rios anunciam revoltas aquáticas

Hemisférios nascem sob ângulos de paz.

 

Canoas, 16 de fevereiro de 2024.

 

03

MINHA ROSA MENINA

Terezinha Teixeira Santos

 

No jardim da minha vida

Algo marcante aconteceu

Na roseira mais querida

Uma linda rosa nasceu.

 

Não contive a emoção

Quando a rosa eu avistei

Pertinho do meu coração

A rosa menina eu afaguei.

 

Tão meiga e tão

 mimosa

É a minha Rosa menina

De todas a mais perfumosa

De todas a mais pequenina.

 

Bendita, bendita dádiva divina

Que veio alegrar minha velhice,

Minha netinha, minha Rosa menina

Essência de inocência e meiguice.

 

fevereiro, 2024

 

04

RONDEL DE UM ANTIGO AMOR

Lourdes Ramos

 

Do Soneto me cansei

E voltei ao meu Rondel

Dissabores eu passei

Pois, a mim não foi fiel

 

Do Rondel me enamorei

Em cantigas de cordel

Do Soneto me cansei

E voltei ao meu Rondel

 

Por mares que naveguei

Inverteu-se o meu papel

Ora vivo o que sonhei

Sentindo um gosto de mel

Do Soneto eu me cansei!

 

05

SINFONIA DA ALMA

Neneca Barbosa

 

A música é da alma a sinfonia...

É suave gotícula de orvalho,

que na noite serve de agasalho

ao coração que busca alegria.

 

São notas em forma de poesia

levadas aos poetas pelo vento,

dando-lhes beleza e doce alento

encantando-os pela melodia.

 

A música é o chilrear de uma ave

que voa buscando sua liberdade...

Mostrando que sua felicidade

está no céu sem nenhum entrave.

 

A música é para o menestrel,

mágica mensageira do amor...

Vibra no trabalho do escultor,

que com esmero usa seu cinzel.

 

Transmite para o compositor

sentimentos que elevam seu ser,

emoções que na alma vê nascer

deixando florido seu interior!

 

João Pessoa, PB

 

06

1974-2024   n.° 1.954

José Maria de Jesus Raimundo Silva

 

Cinquenta anos se passaram.

Hoje comemoramos,

Bodas de ouro de namoro.

Iniciou-se no carnaval, do Clube  de Varginha.

Bons tempos,

Onde havia respeito, músicas alegres e divertidas.

Após três anos, dez meses e seis dias veio o casamento,

Gerando dois filhos e um neto.

Vivemos felizes orando pela familia e

Agradecendo, diariamente,  a proteção de Deus.

 

Varginha 25/02/2024

 

07

"...E foram julgados, um por um, segundo as suas obras."

(Apocalipse 20:13)

*

     LIVRO DE REVELAÇÕES!

Dilson Ferreira

*

     Dai de comer a quem tem fome

     Dai de beber a quem tem sede

     Ajude alguém sem ver o nome

     Ceda ao próximo, a sua rede.

     - Fale o que o Mestre diz!

          Feliz a nação que Deus é Senhor

          Que protege o oprimido irmão

          Nunca falta na educação, primor

          Reparte a alegria, amor e pão.

          - Faça o que faz o Mestre!

*

     Palestre ao povo o que está escrito

     Não ouse abrir seu caminho à bala

     Ouça o lamento do faminto grito

     Quem é humilde, aquiesce e cala.

     - Faça como o Mestre fez!

          Polidez é bom pro ego do mundo

          Doar-se é chama que nunca apaga

          Todos sabem que o abismo é fundo

          Que ambição, só a guerra propaga.

*

     Se o apocalipse, o fim prediz

     Se o mundo na insensatez jaz

     É porque:

     - Poucos falam o que Mestre diz

     - Poucos fazem o que o Mestre faz!

 

08

NA FILA DA EXISTÊNCIA...

Salomé Pires

 

01

 

Eu planejando nascer

Aqui no globo terrestre,

Perguntei ao meu mentor:

Serei urbana ou silvestre?

Em qual país nascerei?

Diga-me, senhor, meu mestre!

 

02

 

Terás início no campo,

Serás uma brasileira,

Depois irás pra cidade,

Onde viverás faceira,

Enfrentarás muitas coisas,

Durante essa vida inteira,

 

03

 

Continuou meu mentor:

Estás vendo aquela fila?

Estão dando os sentimentos,

Peça calma pra quisila,

Muito amor para enfrentar

O mal que em terra desfila,

 

04

 

Eu entrei na fila enorme,

Levei tempo pra chegar,

Com muita gente folgada

Eu tive que caminhar,

Até o povo de lá

Eu tive que organizar,

 

05

 

Teve briga, discussão,

Xingamento e poesia,

Tive que ajudar alguém,

Entre dores e alegria,

Fiz amigos, inimigos,

Desesperos e harmonia,

 

06

 

A fila só demorava,

Eu perdi a paciência,

Gritei, quis passar na frente,

Mas senti resiliência,

E quando alguém me empurrou,

Dei logo uma advertência,

 

07

 

Ensinei alguém a ler,

Outro me ensinou rimar,

Vi que queria aprender,

Não apenas caminhar,

Dancei, escrevi e amei,

Consegui me equilibrar,

 

08

 

No final daquela fila,

Já pensei em receber,

Somente bons sentimentos,

Que ilusão eu pude ver!

Foi na fila que colhi,

O que pra terra trazer.

 

Cadeira 01

Patrono: Rogaciano Leite

 

09

MEMÓRIAS DA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL...

Joyce Lima Krischke

 

Hoje, perdi as rimas ao meditar sobre a 2ª guerra mundial e o holocausto...

 

Reporto-me aos anos de 1939 até 1945, quando, ainda muito criança, tive a infelicidade de vivenciar momentos difíceis, na minha tenra idade, embora residindo no Brasil.

Durante a guerra conheci uma menina que tinha, apenas, 7 anos de idade.

Ela era loira de olhos azuis, usava tranças e trazia um sobrenome estrangeiro. Seus ancestrais eram de origem alemã.

Quando ela tinha apenas 5 anos de idade, iniciou-se a 2ª grande guerra mundial, comandada pelo nazista Hitler.

Hitler e seu exército perseguiam em especial os judeus, as pessoas deficientes, as crianças, as mulheres e os idosos, etc.

Esses atos perversos, estão à disposição de todos na internet, para que nunca mais venha ocorrer matança tão cruel.

Os reflexos da maldade de Hitler se espalharam... Atingindo pessoas inocentes e até crianças no Brasil.

“À exemplo daquilo que vemos, hoje, nos jornais do Brasil”. “Ou seja, pessoas sendo agredidas nas ruas, sem nada terem feito, estabelecimentos comerciais saqueados e apedrejados, trabalhadores, especialmente”

Naquela época, brasileiros diversos, ditos “colonos,” foram presos, no Brasil sob falsa acusação de serem nazistas. Sim, isso ocorreu no Brasil durante a 2ª guerra mundial de 1939 até 1945.

Naquela época, já havia o “bullying” e, uma menininha inocente foi “perseguida por seus coleguinhas”, com a indiferença dos professores.

A menina era arrastada pelos corredores da escola, puxada pelas tranças, beliscada, etc.

Na escola nunca a chamavam pelo nome e, sim pelo apelido de “alemoa nazista” ou alemoa batata come queijo com barata.

Os pais da criança, mudaram a mesma de escola, por três vezes. Mas tudo em vão. Os maus tratos se repetiam, sem que a mesma fosse alfabetizada. Uma professora particular alfabetizou a menina.

O “bullying” não é uma situação nova nos dias de hoje, é antigo... Ele pode destruir a paz das pessoas.

Precisamos estar em paz com nós mesmos, para passarmos a paz para os outros e para o mundo.

Não podemos desconhecer as lições do passado, para evitarmos novos conflitos pessoais, locais ou até mundiais. Uma reflexão profunda para a manutenção da nossa paz, da paz no mundo e a manutenção vida no planeta terra.

 

Balneário Comburiu, 27/02/ 2024. (neste ano, decorrerão 79 após o término da 2ª Guerra Mundial. Infelizmente, sentindo a cada dia que passa a proximidade de outra grande guerra...)


*Releitura de texto da autora

 

10

ARQUITETOS DAS LETRAS

Antonio Zanetti  Junior

 

Nos versos brancos incompletos

Brotam os sonhos indecisos

Daquele que elegeu como predileta

A singularidade de ser estranho, impreciso.

 

Sob os olhos do mundo, vive no exílio

Perdido nas angústias e dramas

Dos incongruentes sonetos ou quintilhos

Na busca de cristos, budas ou brahmas

 

São só palavras sem sentido, dizes

São estúpidas ilações, pensamentos

Que revelam dores e tormentos

D´um coração de magoadas cicatrizes

 

Assim se projetam esses estetas

Das Palavras incompreendidas ou de versos festejados

Nas rimas esquecidas em papéis empoeirados

Os arquitetos das letras, os poetas.

 

Itj 20 out 20

 

11

"A gratidão é o único tesouro dos humildes."

(William Shakespeare)

*

     ANIVERSARIANTES TROVAS!

Dilson Ferreira

*

     Chegou três de março enfim

     olho lá no calendário

     e dou "parabéns" pra mim,

     porque é o meu aniversário.

*

          É dois mil e vinte e quatro,

          setenta e três anos fiz,

          na "selfie" o meu retrato

          mostrando que estou feliz.

*

     Número setenta e três,

     para todo o meu consolo,

     apago mais uma vez,

     as velinhas do meu bolo.

*

          Para que eu tenha mais sorte

          por todo bem que me tens,

          abrace-me muito forte,

          e me dê seus PARABÉNS!

*

     Pra vitória do porvir

     por mais um ano de vida

     é o prazer de sentir,

     que a missão está cumprida.

*

 

12

POESIA

Sandra Lúcia

 

Poesia, me leva onde

Eu consiga caminhar sozinha

Declamar meus versos e inebriada de amor

Acalmar todos os sons que fluem do universo.

Espargir perfumes de flores sublimes

No abraço que fortalece a amizade.

Flutuar nos desejos de amor.

Um amor tão puro e verdadeiro,

Inebriante, caliente e flutuante

Que absorvesse as espumas do mar.

Um coração pungente que entoasse

O verbo amar no tempo presente.

Pois permaneceria à deriva no cotidiano

Para te encontrar.

Anunciando a hora de amar.

Amar a vida, o mar, as flores

O Sol, a Lua, as Estrelas

E ao próximo como parte da natureza.

 

13

QUARESMA

Lúcia Silva

 

Amor, jejum e oração

Nosso dever, na quaresma.

É incumbência do cristão

Para nosso Deus agradar!

53 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page