Mata de São João.jpg
patriciafoto.jpg

Patrícia Ferreira dos Santos

Sobre

Sou ansiosa, sensivel, perfeccionista.....

Pedagoga, especialista em Metodologia do Ensino Superior e também em Educação, Pobreza, Desigualdade Social e Cidadania. Foi Agente de Leitura e Agente Articuladora de Leitura pela Fundação Pedro Calmon. Quando era estudante universitária realizou projetos de leitura de diferentes gêneros textuais e produção de textos poéticos em duas escolas municipais localizadas no bairro de Itapuã. Foi contadora de histórias. Fez cursos de contadora de história e poesia. Participa de recitais poéticos sempre que seu trabalho permite. Têm textos publicados em várias coletâneas. Também tem um livro publicado: "Palavras Mágicas". Atualmente é professora das séries iniciais do munícipio de Mata de São João/BA.


Afilhada de Vera Passos
Confreira Efetiva.

A natureza chora
Patrícia Ferreira dos Santos


Quando o vento chega à natureza chora
Quando vem o homem para destruir a árvore
A natureza cai numa tristeza sem fim
Quando o vento chega
Para a árvore derrubar
A natureza cai numa tristeza sem fim
Assim como todo ser
A natureza tem dor
Ou, ou
Não faça a natureza chorar!
Não, não.

Patrícia Ferreira dos Santos.webp