top of page

CIRANDA DE ABRIL 2022


01

ABERTURA

CAPPAZ – JUBILEU DE MARFIM - QUATORZE ANOS DISTRIBUINDO PAZ E BEM

Joyce Lima Krischke


A história que hoje, aqui, celebramos tem como seu marco de memória o dia 09 de abril, de 2008, na cidade de Porto Alegre/RS, Bairro Assunção.

A CAPPAZ completa hoje, dia 09 de abril de 2022, quatorze anos de fundação – seu Jubileu de Marfim.

Começava, nesse dia, nossa história. Emergia, assim, a semente da Paz e do Bem de nosso Ideal – arquitetado com denodo e Fé!

Hoje, reverenciamos o passado da CAPPAZ, com olhos no futuro, ressaltando as raízes deste sonho de Fé na Paz, de trabalho e de amor, que motivou a formação da nossa Confraria.

Quantos caminhos percorridos, quantas barreiras superadas, quantos resultados positivos já conquistados!

A sociedade, como um todo, faz parte do projeto de diuturna construção e reconstrução da CAPPAZ, refletida em nossas atividades.

As ações da CAPPAZ, ao longo dos anos de sua existência, fazem da mesma uma agremiação sólida, como as presas dos elefantes - formadas pelo marfim.

Os seus valores são embasados na filosofia de seus Ícones (Gandhi, Tereza de Calcutá, São Francisco de Assis, Martin Luther King e outros) que nos colocam de mãos dadas com a sociedade rumo à formação de opinião, divulgação e vivência da Cultura de Paz, de maneira transformadora e inclusiva.

Festejaremos, durante o ano 2022, o Jubileu de Marfim da CAPPAZ – Confraria Artistas e Poetas pela Paz, com muita alegria.

O que é o marfim? Para que serve?

Marfim material branco e resistente que tem como origem as presas de animais como o elefante, que pode ser transformado em esculturas – objetos para a decoração de ambientes e até joias.

Hoje, o marfim pode ser encontrado em joias e objetos de decoração fabricado a partir de produtos sintéticos, já sua comercialização está restrita. Aliás, nem deveria ser comercializado.

O simbolismo do marfim é muito significativo, por ser de alto custo. Para os chineses é símbolo de status, que o chamam de ouro branco.

O marfim é eterno, nunca estraga.

Muitos acreditam que o marfim espanta a má sorte.

Infelizmente, embora queiramos combater a comercialização e uso do marfim, para proteção do meio ambiente, grandes empresas continuam investindo na sua propaganda. A maioria das peças de marfim comercializadas, são originárias de dentes de elefantes, espécie de animal em extinção.

Por ser mais duro que o osso, o marfim simboliza para a CAPPAZ, a fé, a coragem e a esperança que as nossas ações voltadas para a cultura de paz continuem e, se possível, perenizem, como o marfim.

Esta realidade CAPPAZ que, no Jubileu de Marfim, constatamos o quanto nos fortalecemos, no decurso dos anos, para melhor convivência na Paz e no Bem da Confraria e do Mundo.

Constatamos o empenho de todos os confrades e confreiras que dedicaram e dedicam muitas horas e dias de suas vidas e seus esforços na construção coletiva de Cirandas, de Antologias, Artes, Exposições, Lives e outras atividades, superando obstáculos de percurso e atuais.

Somos fortalecidos pelo reconhecimento de pessoas que acolheram e acolhem a CAPPAZ no ideal de” Pazear” como profissão de fé, como meta de vida, como tarefa existencial.

Os membros da CAPPAZ acreditam na construção da Paz e vivência do Bem, com fé inabalável de que, juntos, poderemos construir um mundo mais justo, mais solidário, menos desigual e mais feliz.

Reflitamos no dia de hoje, 09 de abril, de 2022, tendo em mente o sucesso da CAPPAZ. Almejando muitos anos de Paz e Bem, como o marfim que existe nas presas de elefantes e jamais acabará!

Parabéns, CAPPAZ! Quatorze anos distribuindo Paz e bem!

Guabiruba/SC – abril- 2022


PARTICIPANTES DA 156ª CIRANDA – CAPPAZ – JUBILEU DE MARFIM: 14 ANOS DISTRIBUINDO PAZ E BEM – ABRIL - 2022


1. Aila Brito (03)

2. Antônio Cavalcante de Albuquerque (05)

3. Antônio Oliveira – Cardoso (22)

4. Carlos Reinaldo (19)

5. Deomídio Macedo (07)

6. Dido Oliveira (18)

7. Eda Bridi (17)

8. Fátima Peixoto (15)

9. Giba Peixoto (11)

10. Hélio Cabral Filho (02)

11. JJ. Oliveira Gonçalves (24)

12. José Maria de Jesus Raimundo Silva (21)

13. Joyce Lima Krischke (01) ABERTURA

14. Lúcia Silva (20)

15. Marina Martinez (16)

16. Miriam Arceno Rocha (14)

17. Neneca Barbosa (08)

18. Roseleide Farias (10)

19. Roseli Farias (12)

20. Salomé Pires (13)

21. Silvia Araújo Motta (09)

22. Valmir Vilmar de Sousa (Veve) (06)

23. Vera Passos (04)

24. Vilson L Holanda (23)


02

14 ANOS DA CAPPAZ

Hélio Cabral Filho

CAPPAZ – Distribuindo paz e bem,

Nesses catorze anos de existência.

Investindo, na Arte, o seu vintém,

Fazendo da Poesia, a sua essência.


Na sua trajetória ela mantém,

A placidez de uma benevolência,

Que une, que semeia e que obtém,

A relação da boa convivência.


E vai seguindo com ternura e zelo,

Transformando essa vida num jardim,

Florido em bom exemplo, em bom conselho.


Carrega, sempre, esse prazer sem fim,

Na lucidez do Bem, feito um espelho;

Na brancura da Paz, feito um marfim.


03

BODAS DE MARFIM

Aila Brito


Quatorze anos de existência

Com firmeza e determinação

Caminhando pela paz

Com alegria e sapiência

Na sólida e concreta comunhão

A Confraria CAPPAZ

Símbolo máximo de união

Respeito e fraternidade

Traz no amor a sua essência

Com foco na irmandade

Fortalecidos na Fé,

Juntos, caminhemos!

PARABÉNS CAPPAZ!!!


04

CAPPAZ – 14 ANOS

Poetisa Vera Passos


Não assisti ao parto

mas, acompanhei o engatinhar

Vi os primeiros passos, as primeiras palavras, o balbuciar.

Acompanhei a infância, a alegria nas escolas,

os versos na sacola,

o voo pelas estradas, a missão de encantar.

Plantamos a árvore do Brasil, nas praças, em todo lugar.

A pré-adolescência nas salas de estar,

a música nos acompanhar.

Os encontros festivos, novos amigos,

uns no seu voejar, outros no nosso caminhar.

Chegamos à adolescência, vamos festejar.

Que a paz, a ecologia, a alegria, a empatia,

encontre em nós o mesmo lugar.

Parabéns! CAPPAZ


05

BODAS DE MARFIM

Antonio de Albuquerque


14 anos de existência

Celebremos com alegria,

A paz, na calmaria,

Que a fraternidade alcança,

Munidos de belos sonhos

União, fé e esperança

Apaziguando os corações

Na emancipação assaz

Na gênese do amor

Da confraria CAPPAZ

Parabéns,

CONFRARIA CAPPAZ


06

SOMOS CAPAZZES

Valmir Vilmar de Sousa (Vevê) 07/04/22


Somos capazes de difundir e

Construir a paz universal

Só depende de nós realizar

O bem maior ditado por Cristo Jesus

Vamos comemorar Bodas de Marfim

Todos irmanados num só objetivo

Divulgando a paz e o amor universal

Solidarizando com o irmão que sofre

Distribuindo sorriso a criança abandonada

Ao idoso de mãos calejadas,

Vamos ouvir a sua história

A sua experiência, a sua carência

Vamos poemar para o mundo

Construindo versos rimados ou não

Entremeados de tercetos, quartetos...

Musicado, declamado...

Declarando que temos o compromisso

De desfraldar a bandeira da paz


07

CAPPAZ – JUBILEU DE MARFIM

(Deomídio Macêdo)


Dia 09 de abril de 2022 é um dia especial, cheio de emoção.


Estamos comemorando o aniversário da CAPPAZ que está completando 14 anos de fundação: Jubileu de Marfim.


A bandeira da CAPPAZ está tremulando de alegria, por estar cumprindo a sua grande missão de levar paz ao mundo com os poemas, músicas, artes plásticas de todos nós, poetas, poetisas, músicos, musicistas, artistas de diversos ramos, que fazem parte do seu quadro de amor.


A CAPPAZ, também trabalha incessantemente para a preservação do planeta azul.


Que nesta data tão importante do aniversário da CAPPAZ possamos irradiar energias salutares e benéficas, desejando a esta confraria sucessos sempre e parabéns pelo seu ministério divinal.


Abraço fraternal aos membros da Confraria Artistas e Poetas pela Paz, por engajarem e fortalecerem com determinação este elo, esta corrente benfazeja na caminhada poética, artísticas, cultural.

Parabéns CAPPAZ - Jubileu de Marfim!


08

14 ANOS DA CAPPAZ: “JUBILEU DE MARFIM”

Neneca Barbosa – João Pessoa, PB


Venho com muita alegria parabenizar a CAPPAZ, pelos seus 14 anos de fundação. Em nome da querida confreira fundadora, da Confraria artistas e poetas pela paz, Joyce Lima Krischke, essa mulher guerreira, que teve a inspiração e a coragem de criar um projeto que levasse ao mundo paz e bem, saúdo todos os confrades e confreiras que fazem parte da CAPPAZ.


Há quatorze anos, nasceu a CAPPAZ

que caminha de forma resistente,

formada por um grupo persistente

que luta pelo bem e pela paz.


Têm a fortaleza do branco marfim:

as suas confreiras e seus confrades,

que com fé vencem as adversidades,

nos corações, surge a alegria, enfim.


Desejam todos, as mudanças no mundo,

para que o bem torne-se realidade

e desapareça, então, a maldade,

nascendo nos homens, o amor profundo.


Unidos, peçamos em orações,

ao Deus Pai, de amor e de bondade,

para que a paz una todas as nações

e, sigam em busca de uma verdade.

– O AMOR –


09

VIVA A CAPPAZ-2022

BODAS DE MARFIM-14 ANOS

Silvia Araújo Motta


(V)iva nossa Confraria,

v(I)va a nossa Presidente;

em (V)ersos, no dia a dia,

cad(A) vez mais reluzente.

-

Artist(A)s atendem planos;

luz dá (C)or, inspira o tema;

cirand(A)m catorze anos!

Musicando meu (P)oema

de união, amor e (P)az,

em festim, junto à cultur(A)

vim publicar, sou CAPPA(Z).

PARABÉNS! 9/ABRIL/2022


10

CAPPAZ - JUBILEU DE MARFIM,

14 ANOS DISTRIBUINDO PAZ E BEM.

Roseleide Farias-Cabedelo/PB.


Acróstico quatorze anos da CAPPAZ.

Jubileu de Marfim.

Q quatorze anos da CAPPAZ

U unidade, força, a paz, o bem

A amizades sábias e muita luz

T têm confrades aqui e exterior

O onde espalham florescência

R resplandecem poesia e amor

Z zelo e dignidade, talento e fé

E em palavras, atos, esplendor.

A anos se vão, firmes, boa luta

N nessa bela postura altaneira

O onde singela elegância atua

S sentimentos, ternura e visão.

D Deus abençoe esta confraria

A amada em cada um coração.

C conceitos e a ética seguimos

A artistas e poetas mui varonis

P proferimos beleza em poesia.

P parabéns à nobre instituição

A aplausos às artes, aos ícones

Z zelamos por este belo Brasil!

Parabéns, CAPPAZ!


11

CAPAZ

Giba Peixoto/Cabedelo PB. 10.04.2020


Quem apetecer, se sentir capaz

Tenha humildade e respeite a pobreza

Assim seguirá livre, para viver em paz

E se sentirá executando um ato de nobreza


Capaz no trabalho, capaz na imaginação

São atitudes que andam de mãos dadas

Todo ser capaz, sente, cria e produz emoção

Assim como o amor, são ações obstinadas


Quando mantemos nossos corações

Em estado de paz, com fé e esperança,

Iluminamos nosso caminho

E encontramos a felicidade.


Essa ação está contida no amor, trabalho,

saúde, e no nosso comprometimento pessoal,

que nos levará a uma fonte inesgotável

de reflexão profunda pela eternidade.


12

POEMA PARA CAPPAZ 14 ANOS

Roseli Farias/11.04.2022


Vida longa e sucesso

Esse é seu grande dia

Conquistas com anos de luz

Tempo de comemorar


Sentir orgulho da Confraria

Homenagear, pois, somos o presente.

No calendário mais um ciclo

Celebramos mais um ano e a amizade entre nós


Salve a adolescente CAPPAZ

Um caminhão de alegrias

E renascemos novamente

Fortes e inspiradores


Salve nossa Bandeira

Os confrades e confreiras

E a data deve ser comemorada

Brindamos a existência

A volta em torno do sol


Muito aprendizado e emoções

Poetas novos e empenhados e salve Joyce Lima que nos uniu

Para hoje celebrar e lavar nossas almas em uma amizade maior.


13

UMA LUTA MARFIM

Salomé Pires


O tempo passa ligeiro

Como as frutas em abril

Estava aqui e partiu

Como vento bem certeiro,


O outono com ele vem,

Trazendo ameixa e caqui,

A gostosa uva rubi,

E tangerina também,


Além de belas paisagens,

Que nos traz essa estação,

Alguém já vem com pinhão,

Que chega lá das paragens,


Coisas boas vêm assim

Levam a paz e harmonia,

Se cobrem de poesia,

CAPPAZ envolta em marfim!


O marfim é resistente,

Feito uma ação pela paz,

Somos soldados CAPPAZ,

Vem e lute com a gente.


14

JUBILEU DE MARFIM

Mirian Arceno Rocha – Camboriú/SC


CAPPAZ, ao longo de seus 14 anos espalhastes paz e amor sem fim.

CAPPAZ, parabéns pelas bodas de marfim.

CAPPAZ, seu nascimento foi propósito de Deus em nossas vidas como um anjo serafim.

CAPPAZ, tão gigante e singela és uma mãe para mim.

Sou capaz de levar tua mensagem de paz e manutenção da vida na terra até o fim.


15

PARABÉNS CAPPAZ!

Fátima Peixoto

Mais um ano de poesia,

vamos comemorar.

São 14 anos, unidos no poetar.

São versos que falam da PAZ e do Bem

ajudando todos a sonhar.

Confreira e Confrade,

praticam o seu melhor,

ajudam a CAPPAZ, semear Amor.

São pessoas de vários lugares

com o mesmo objetivo,

escrevendo lindos poemas,

acreditando em um mundo melhor.

Agradeço de coração,

fazer parte da Confraria,

Aprendo todos os dias,

com esse grupo acolhedor.


16

CAPPAZ 14 ANOS JUBILEU DE MARFIM

Marina Martinez

No Oriente, marfim é sinônimo de durabilidade, longevidade, resistência e sabedoria. Considerado um elemento precioso devido a sua raridade, o marfim é extraído do dente de elefantes, hipopótamos e narvais, e há quem o considere como um talismã capaz de transmitir boa sorte a quem o carrega. Por ser claro, é um material associado à pureza.

Em qualquer grupo não existem apenas pessoas perfeitas. Coexistem, sim, pessoas imperfeitas com seus defeitos e limitações. Numa confraria, como em qualquer outra comunidade, o ideal é aprender a respeitar e conviver com a imperfeição do outro. A força e o poder destes conjuntos não estão no ideal que os uniu, mas no amor a situações em comum que os faz permanecer 14 anos unidos, apesar dos percalços, lutas, alegrias e tristezas. Casais que comemoram bodas de 14 anos de casamento, em geral, adquirem, com o passar do tempo, resistência e sabedoria. Em analogia, há 14 anos, a CAPPAZ reúne uma gama diversificada de pessoas, de diversos lugares, com credos e interesses distintos, mas com algo em comum: todos cultuam prosa e versos. Em cada um, habita um artista. E, graças ao empenho de seus fundadores/colaboradores, mais um jubileu transcorre. Sem receio de ser repetitiva, mas com sentido de enfatizar o muito que foi atingido, reforço como sinto essa relação: durabilidade, longevidade, energia, sabedoria, apreço, singeleza, imperfeições, humanidade, tristezas, devotamento, reconhecimento, alegrias.

Meu respeito aos artistas capazes de manterem a CAPPAZ!

Paz e bem a todos!


17

CAPPAZ – 14 ANOS

SALVE JUBILEU DE MARFIM!

Eda Bridi - Sobradinho/RS


Num certo dia de luz, a “fada” madrinha

Tocou com a vara mágica da paz

Seres do bem de vários quadrantes e linhas

São os artistas e poetas da Cappaz!


Corações se entrelaçam no amor

Amor à vida, à natureza, à paz

Lembram Francisco de Assis pregador

São os artistas e poetas da Cappaz!


A jornada feito colheita de frutos e flores

Pregada por Madre Tereza da paz

É construída por poetas, músicos, pintores

São os artistas e poetas da Cappaz!


A “fada” madrinha, a lu@zul, dá o tom aos “afins”

No “concerto” de vozes e rimas pela paz

Ao lançar a Antologia do Jubileu de Marfim

São os artistas e poetas da Cappaz!


09/04/2008 – 09/04/2022

Palmas!


18

JUBILEU DE MARFIM DA CAPPAZ.

Dido Oliveira

A simbologia que envolve o Marfim é muito ampla. Poderíamos nos reportar apenas aos animais gigantes, fortes representantes das suas espécies, da vida na terra que deveria ser compartilhada democraticamente, entre todos os animais, incluindo os irracionais. Enfim, todos os seres.

Democracia animal existe? O animal deve ser moralmente respeitado? Essas questões são meramente observações aleatórias, ou fatos do cotidiano?

São tantas as questões que são expostas só por causa do MARFIM. "Só por causa"? Pensemos bem...

Felizmente luzes acendem-se quando se criam Marfins artificiais, sintéticos, que podem ser impressos até em impressoras 3d!

Está proibido o comércio do Marfim e só os artificiais são permitidos - que bom!

Mas... Artificial é bom?

Nesse caso, sim.

Contemplemos a natureza na sua plenitude, sem necessariamente destruí-la.

Viva o Marfim em toda a sua essência.

O homem é CAPPAZ

Quando ele entende e respeita os outros animais.


19

CAPPAZ - JUBILEU DE MARFIM

Carlos Reinaldo

CAPPAZ querida CAPPAZ,

ouve meus versos de Amor,

celebrando a Santa Paz

e a Alegria, com fervor.


Seu Jubileu de Marfim

é motivo de União

de todo Cappaz, enfim,

unindo seu coração.


São quatorze anos de lutas,

muitas conquistas, também.

Muitas pelejas argutas

e muito carinho, Amém!


Unidos sempre pro Bem,

todo Cappaz tem orgulho,

da Vida, neste vaivém,

nunca foge do barulho.


Sua Vida sempre dedica

à construção de um Amor.

Ser Cappaz, alguém explica,

é lutar com todo Ardor.


No Jubileu de Marfim,

ergamos, então, um brinde:

nossa Paz não tenha fim

e a Alegria nunca finde.


20

JUBILEU DE MARFIM

Lúcia Silva – Currais Novos/RN


A CAPPAZ faz quatorze anos,

Distribuindo bondade,

Semeando paz e bem,

Tecendo fraternidade,

União, o amor e alegria

Para toda humanidade!


Os Confrades e Confreiras

Honram a simplicidade

Do ícone São Francisco!

Enlaçam-se na humildade,

Respeitam a natureza

E vivem a caridade!


Escrevem poemas, trovas,

Criam belas obras de arte,

Cantam, fazem cirandas,

Exaltam o seu estandarte

E o orgulho de SER CAPPAZ

Propagam por toda parte!


21

BODAS DE MARFIM

José Maria de Jesus Raimundo Silva – Varginha/MG


Tão precioso é o marfim,

Mais valioso são os ícones d a CAPPAZ.

Mohandas Karan Chand Gandi,

Madre Teresa de Calcutá,

Bertrand Russell

Martin Luther King Jr,

São Francisco de Assis e Cacique Seattle.

Pessoas que contribuíram pela Paz

E preservação da natureza.

Catorze anos CAPPAZ

Valorizando o amor, paz e bem.

Atravessando fronteiras.

CAPPAZ...

Bodas de Marfim...

Parabéns aos seus fundadores,

Aos Confrades e confreira.

Salve à CAPPAZ.


22

JUBILEU DE MARFIM

Cardoso


Alô planeta terra

Abril de dois mil e oito

Quatorze foi o dia

Da CAPPAZ confraria


Aniversário de criação

Seu jubileu de marfim

Na guia com harmonia

Mamãe Joice, com alegria


É de confreiras e confrades

Nossa eterna confraria

Quanto mais nos ajuntamos

Mais coesa a companhia


Sobre olhares e gratidões

Na essência das multidões

São Francisco de Assis

Da CAPPAZ o guardião


E a cultura popular

No caminho da prosperidade

Somos CAPPAZES maturados

Ternura e paz compartilhado


23

PARABÉNS CAPPAZ.

(JUBILEU DE MARFIM).

Vilson L Holanda


No solo fértil

Do coração bondoso

De uma alma cristalina

Há 14 anos nascia

A semente que germinou

A belíssima flor

Denominada CAPPAZ

Que generosamente exala

O delicioso aroma da PAZ.

Parabéns, enfim

JUBILEU DE MARFIM !

Que tua semente germine

Em todo fértil Jardim

Produzindo o néctar

Do amor sublime.


24

ENCERRAMENTO

Jubileu de Marfim – 14 anos!!

JJ. Oliveira Gonçalves


Tendo sido convidado para escrever o encerramento da Ciranda que comemora os 14 anos da CAPPAZ – Jubileu de Marfim – eis-me, então, tentando rememorar ou retocar alguns acontecimentos ou fatos, de então.

Numa tarde muito quente do Outono de 2008, em que o sol brilhava, intensamente, sobre Porto Alegre e o nosso belo e poluído Rio Guaíba, (ao qual entendidos da matéria chamam de lago), a Confraria Artistas e Poetas pela Paz – CAPPAZ – nasceu. Então, considero que a CAPPAZ já veio ao mundo sob belas, contagiantes e vivas Energias da Natureza. Em lugar e local aprazíveis ao ser humano, pois que dotados de Poesia, Franciscanismo e Esperança.

Foi uma grande, longa e perseverante caminhada, até que a Árvore CAPPAZ – que era muda sonhada, regada, cuidada e germinada – se transformasse numa mudinha sadia, forte, vestida de verde e já trazendo em seus galhos o lema franciscano “Paz e Bem.”

Enfim, todo aquele clima de grande e loquaz expectativa se concretizou naquela tarde outonal, (que se fantasiava de quente e iluminado verão), foi fundada e mostrou sua identidade para o mundo. Que a Confraria Artistas e Poetas pela Paz/CAPPAZ, finalmente ganhara rosto, corpo e Alma. Era, pois, um Ente concreto acenando com sua Bandeira pintada de Verde e Branco. O Verde representando o planeta Terra, (tão cantado e decantado), até pelos mesmos que tentam exterminá-lo, diuturnamente, dizimando sua Flora e sua Fauna e, mesmo, o próprio ser (realmente!) Humano! O Branco, simbolizando a cor da Pureza, da Inocência, do que é Imaculado! Enfim, a cor que representa a Paz. A Paz – essa caduca, sonhada, longínqua, mas possível Utopia! Basta o bicho-homem não permanecer apenas no desejo, mas com uma vontade nunca vista: realmente política, humana e cristã. E não uma vontade de faz-de-conta, contaminada pelos penduricalhos que levam a uma brutal servidão humana, pois que voltada para o dinheirismo perverso que ofende o próprio Deus-Criador!

Nos finalmentes, devo dizer que a defesa da vida no planeta – e do planeta – e a Paz são os dois e grandiosos temas da CAPPAZ. Sobre eles a Confraria foi sonhada, arquitetada e fundada. Com certeza, há outros temas sobremaneira relevantes e humanos, menos política e religião! Estes devem ser debatidos em grupos ou associações afins, menos na CAPPAZ!!


Desejo a todos uma bela, proveitosa e criativa ciranda, cujo tema comemora os 14 anos do contínuo e profícuo labutar CAPPAZ!


Com meu poético e franciscano abraço!



João José Oliveira Gonçalves/JJotaPoet@!

Presidente de Honra/CAPPAZ

Porto Alegre, 18 de abril/2022. 16h06min


“Minhas palavras são como as Estrelas... Jamais empalidecem!” (Grande-Chefe Seattle)

37 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page