top of page

CIRANDA DE DEZEMBRO/2022 – CAPPAZ – NATAL: TEMPO DE PAZ


01

ABERTURA

NATAL: TEMPO DE PAZ

Vânia Vinhas Cardoso – Varginha (MG)


O ser humano é movido pelo tempo. Tempo passado... tempo presente... tempo futuro... Tempo esse dividido em eras, séculos, anos, meses, dias, horas, minutos, segundos, átimos...

A História registra o tempo em acontecimentos, fatos, ações e reações, que marcaram a Humanidade. Assim, há tempos e tempos: Tempos de conflitos, tristezas e guerras... Tempos de união, alegrias e paz...

Há mais de dois mil anos, a História registrou no Tempo um fato que dividiu o tempo ocidental em duas eras: uma aguardada Criança nasceu. Sua vinda já havia sido anunciada por profetas e místicos desde os primórdios do tempo. Sua missão? Sensibilizar corações e mentes, despertando na Humanidade a Centelha Divina do Deus Criador presente em cada ser humano, em cada ser vivo do Planeta Terra.

O nascimento dessa Criança Abençoada foi registrado no Tempo da História como uma festa a ser celebrada a cada ano, em 25 de dezembro, com o nome de “Natal” ... O nome da Criança era Jesus e perpetua-se até nossos dias como Jesus, o Cristo, o Filho do Deus Vivo.

Natal: Tempo de Alegria, de Festa, de União, de Harmonia, de Esperança, de Comunhão... Um tempo que faz o Tempo parar para se celebrar o Amor... aquele Amor Incondicional que, com Sua Luz ilumina o Caminho da Vida... aquele Caminho que leva à Verdade, à Justiça, à Vida Plena, à Liberdade, à Luz Suprema, ao Sumo Bem e à Paz!

Natal: Tempo de Paz!

Que Haja LUZ!... Que Haja PAZ!


PARTICIPANTES DA 164ª CIRANDA – DEZEMBRO - 2022


1. Cardoso (11)

2. Deomídio Macedo (07)

3. Eda Bridi (10)

4. Giba Peixoto (14)

5. Hélder Roque (16)

6. Iratan Curvello (Príncipe Poeta) (06)

7. José Maria de Jesus Raimundo Silva (03)

8. Josias Alcantara (15)

9. Josias Alcantara (20) ENCERRAMENTO

10. Joyce Lima Krischke (09)

11. Lúcia Silva (17)

12. Neneca Barbosa (13)

13. Patrícia Ferreira dos Santos (08)

14. Romário Filho (18)

15. Roseleide Farias (12)

16. Roseli Farias Roque (02)

17. Salomé Pires (Mel) (05)

18. Tereza Santos da Silva (04)

19. Valmir Vilmar de Sousa (Veve) (19)

20. Vânia Vinhas Cardoso (01) ABERTURA


02

NATAL TEMPO DE PAZ

Roseli Farias Roque



Quem sabe, renovação!

Um momento especial

Hora de rever o coração.

Valioso quem pode comemorar.


Reflexão e união.

Fazer acontecer e acreditar nos sonhos.

Plantar amor nos corações.


O presente: família unida.

Irradiar luz e amor enquanto há vida.

Renovar forças para um novo ano que anuncia.


Considerar as pessoas e abraçá-las e que os bons momentos predominem.

Partilhar fraternidade

Celebrar a caridade.


Tempo de benevolência,

Perdão e generosidade.

Calor para envolver os corações de todos que estão ao seu redor.


Refletir ser luz e presentear com seu carinho.

Espalhe boas energias

Ilumine os sonhos natalinos.


Roseli Farias Roque


03

NATAL

José Maria de Jesus Raimundo Silva.


Natal...

É amor,

É esperança,

É viver a chegada

Do menino Jesus,

Nascido em uma manjedoura.

Cidades e casas se enfeitam.

Armam-se presépios,

Montam-se árvores com lâmpadas de cores variadas.

É alegria no coração,

É renovação,

É vida,

É a esperança de um novo ano,

Repleto de paz.


04

NATAL DE LUZ

Tereza Santos da Silva


A ciranda dos natais

Que vivi na minha infância,

Ainda enlevam minha alma,

Mantendo-me sempre criança!


Das luzes dos vaga-lumes,

Mágicos com suas "leds",

Cheguei aos "laseres" multicores,

Porém não belos como aqueles!


Acredito ainda hoje,

Do alto dos meus setenta,

Que Papa Noel existe

Mas não aquele "careta”!

Vive no pai amoroso,

Que compra a custo um presente,

E pra si nada deseja, apenas realiza os sonhos,

Do filho que muito almeja!


Os Natais me ensinaram,

Que nesse tempo de luz,

Os presentes representam,

A dádiva que é Jesus,

Deus que se fez menininho,

Que não veio a Terra pra reinar,

Mas para amar todos nós,

E nos apontar o caminho,

Cujo destino é o céu,

Eterno Natal de luz!


05

É TEMPO DE NATAL

(Teatro poético, dois personagens)

Autora: Salomé Pires, Mel


1 - Vou enfeitar nosso lar,

Deixar tudo bem bonito,

Cores da paz e do bem,

Sem intrigas e conflito,

Em época natalina,

Fico sensível, admito!


1 - Velas, flores muita luz,

Tudo aqui vou transformar,

Doces e brilho infinito

Bolachinhas enfeitar,

Deixar tudo bem bonito,

Pro Natal comemorar,


2 - Inocência você traz,

Não tem nada especial,

Uma data igual as outras,

Um dia até bem normal,

Como pode acreditar

Na besteira do Natal?


1 - Veja só como está lindo

Tantas luzes, tantas cores,

Tudo fica mais alegre

Os doces têm mais sabores

O clima está diferente,

Vemos sim outros valores


2 - Uma data como as outras,

Exageros e consumo,

O povo só quer comprar,

É bem assim que eu resumo,

Presentes e mais presentes,

Sai todo mundo do prumo,


1 - Presentear é tão bom,

Ganhar presentes também,

Os que trabalham na loja,

Querem vender o que tem,

Um povo trabalhador

Merece cada vintém,


1 - Quem produz alguma coisa,

Também merece vender,

Todos precisam ganhar,

Pra poder sobreviver,

Que mal tem em dar presentes?

E quem não quer receber?


2 - Tudo bem, isso é verdade,

Mas pode ser qualquer dia,

Se quer agradar alguém,

Como meu pai já dizia,

Não precisa uma data,

Não precisa correria…


1 - Isso também é verdade,

Mas tem algo diferente,

Essa energia do bem,

Alcança até o descrente,

Invade todo o planeta,

Se faz benção e presente,


2 - Não vejo energia alguma,

É um dia bem normal,

Família que se reúne,

Fingindo ser natural,

Brigam sempre o ano inteiro,

Mas se abraçam no Natal,


1 - Uma trégua, coisa boa!

Isso sim é bem legal?

Pelo menos uma vez

Esquecem de todo mal,

Irmão, abraçando irmão,

Sentindo pleno o Natal…


2 - Que coisa chata você!

Para tudo tem resposta,

Fique então com seu Natal,

Isso pra mim não importa,

Vou embora descansar,

Antes que a coisa se entorta,


1 - E Jesus? Você esquece?

Nasceu num berço de palha,

Ele veio ensinar

E se a memória não falha,

Também ensinou a amar

E é esse amor que se espalha,


2 - Ah! Agora chegou no ponto

E um ponto bem certeiro,

Se Jesus é importante,

Um amor tão verdadeiro,

Não precisa ter um dia,

Tem quer ser o ano inteiro,


1 - Então eu quero saber...

O bolo de aniversário...

Você come todo dia?

Será que é tão necessário

Uma data para isso?

Melhor ficar solitário?


1 - Não precisa responder,

Mas pensa só um pouquinho,

Um dia é dos parabéns,

Mesmo se estamos sozinhos,

Lembramos disso também

E gostamos do carinho,


2 - Entendi seu pensamento

Ter um dia especial

Tê-Lo sim, o tempo inteiro

Mas vê-Lo transcendental

Um dia a comemorar

Uma festa de Natal


1- Bem isso… que maravilha!

Fazer festa e Sarau,

Todos pensando no bem,

E se for comercial?

Ajuda muitos também

O Amor vive no Natal!


2 - Então vamos enfeitar

A casa e o coração,

Fazer também a partilha,

Da fé, acolhida e pão

Vamos estar todos juntos,

Sem olhar religião,


1 - Vem... me ajuda nos docinhos,

Abençoa e segue em frente,

Pois Jesus está conosco,

Ele trilha a nossa frente,

Que bom estar com vocês

Feliz Natal minha gente!


06

REFLEXÃO PARA O NATAL

Iratan Curvello

O Príncipe Poeta


Todas as dificuldades que surgem em nossa caminhada, são lições de vida que só vêm nos acrescentar experiência e amadurecimento.

Para que isso ocorra, é preciso entendermos que é assim que funciona e acreditarmos, caso contrário, as lições não serão percebidas, e as mesmas situações se repetirão.

Por isso, vejamos o lado positivo dos problemas, e teremos maior facilidade para expulsarmos o negativo, sem jamais pensarmos que a "estrela da sorte" não brilha para nós, pois, esta "estrela da sorte" é apenas o resultado do nosso esforço e da nossa determinação.

Portanto, estejamos atentos às lições que a vida nos proporciona, e delas tiremos o melhor proveito. Elas têm função educativa e disciplinar, nos ajudando a moldar a nossa personalidade, nos tornando mais humanos, mais sensíveis e, ao mesmo tempo, mais sábios e fortes interiormente.

Procuremos entender ainda mais, que as dificuldades do dia a dia são “deveres-de-casa” que o Criador, nosso Mestre Maior nos passa, porque quer a nossa evolução e a nossa felicidade.

Se as tarefas do "dever-de-casa" estão difíceis, sejamos humildes e peçamos a Ele uma aula de reforço, e a receberemos. E "passaremos de ano, na escola da vida!".

É época de Natal, tempo de refletir, trazer Jesus para nossa "manjedoura”, fazê-Lo despertar com a canção da nossa boa vontade.

Que tenhamos uma vida cheia de esperança e do Amor de Jesus!


Texto baseado em uma mensagem da CONAB


07

O NATAL VISTO DO ALTO

(Deomídio Macêdo – dezembro/22 -Salvador - BA)


Em dezembro do ano de 1995,

J.J.P sofre um acidente automobilístico e entra em coma.

No hospital seu espírito se afasta do corpo físico e flutua até o teto a observar a equipe médica fazendo a cirurgia para salvar sua vida.

J.J.P. estava passando por uma experiência de quase morte – E.Q.M.

Sua visão se amplia, seus conhecimentos multiplicam-se.

Naquele momento, um ser luminoso, aproxima-se dela, envolto em amor imensurável.

O teto do hospital desaparece como num passe de mágica.

E a moça é conduzida pelo espaço sideral.

Do alto observa a Terra toda luminosa.

Telepaticamente o espírito missionário divino Explica:

J.J.P, veja a luz que envolve a Terra, esta é a influência do NATAL provocada pelos seres humanos que estão envolvidos em homenagens ao dia 25 de dezembro pelo nascimento de Jesus.

E acrescenta: após o natal esta luminosidade vai se desfazendo e a crosta terrestre vai se apagando gradativamente à proporção que o natal vai se afastando das memórias dos seus moradores.

Após vislumbrar a belíssima imagem terrestre J.J.P. é trazida de volta ao seu corpo físico e chora de emoção, entendendo a importância do natal quando é vivenciado de forma amorosa nos corações dos seres humanos.


08

É NATAL

Autora: Patrícia Ferreira dos Santos

Salvador-Bahia

É Natal

Ti ti ti

É Natal

O que eu fiz?

É Natal

Lá lá lá

Papai Noel

Já vai chegar

É Natal

Lá lá Lé ló

Papai Noel

Tá com vovó

É Natal

Ma me mi mo

As crianças

Estão aqui

É Natal

Há há há

Os duendes

já vão chegar

é Natal

ma me me

fantasia é do jacaré

Ra pa pá

É Natal

do vovô

da criança

e do amor

é Natal

social

já chegou o carnaval

o ano novo

está aqui

o velho ano

está por vir

pan pan pan

patecocó patecocó

Laleló Laleló

É Natal


09

NATAL: TEMPO DE PAZ

Joyce Lima Krischke


Sempre deveria ser tempo de Paz!

No Natal convencíamos ter Paz...

Ah! E os outros dias do ano, quais tempos são?

Alguns são de paz e outros de muita aflição.


No mundo, há tempos de guerra e de paz.

Tempos... pra suportar quem for capaz!

Sim! Chegou dezembro no calendário

Penso num projeto humanitário.


Procuram, perguntam onde está a Paz,

Doce alimento que nos satisfaz?

Saio à sua procura, pelo universo...


Ouço ao longe sinos a soar- Natal?

Olho o calendário e leio: é Natal!

Natal: ¨Tempo de Paz, canto meu verso.


10

NATAL DO MENINO JESUS

Eda Bridi


É tempo de Advento, tocam os sinos

De preparar a manjedoura do coração

Pra acolher o Salvador, o Deus Menino

Com Maria e José em adoração


Que a Estrela nos guie até Belém

Juntemo-nos aos Magos e Pastores

E cantemos ao Deus Menino louvores

Glória no céu! Na terra Paz e Bem!


Presentes “Incenso, Mirra e Ouro”

Os Magos ofertaram ao Deus Menino

Ofertemos-Lhe o amor, nosso tesouro

Enquanto os Anjos entoam hinos


Natal é tempo de renovar a esperança

De um mundo sem guerra, sem dor

Que todo irmão, idoso ou criança

Receba nosso abraço fraterno, o amor!


11

NATAL 2022

Cardoso 12/2022


Natal é dos Josés

Natal é das Marias

Natal é dos meninos

Natal é Jesus


Natal é união

Fraternidade e caridade

Doação e inclusão

Das crianças do Brasil


Natal é família

Consciência e alegria

Muita paz e harmonia

Brotando dos corações


Vinte cinco de dezembro

O amor verdadeiro

Escutando e abraçando

O Natal brasileiro


As estrelas de Natal

Reluzem de norte a sul

No espaço sideral

É Natal universal


12

ACRÓSTICO À “UM NATAL DE AMOR”

Roseleide Farias


Unidos festejemos

Mais um natal de Luz


Natal com a presença

Amorosa do menino Jesus

Ternura, gratidão, possamos ter

Alma impregnada do bem querer

Livres da maldade, ódio ou rancor.


Desejando o bem e a paz

Em todos os lugares ocorra amor.


Amemos uns aos outros

Melhoremos o nosso Ser

Orgulho, egoísmo, que se vá

Rezemos à esperança sobre a Terra!


Cabedelo-PB.


13

NATAIS DE OUTRORA

Neneca Barbosa


Quanta lembrança a me invadir agora!

Da nossa gente sempre tão unida.

Agradecendo pelo dom da vida

Trazendo amor ao despertar da aurora.

Feliz, eu esperava chegar a hora,

Que naquele momento, era vivida:

O nascer de Jesus, sua acolhida,

Nos velhos tempos, dos natais de outrora.

O sino badalava na igrejinha,

Esperando os fiéis pra missa, então.

Quanta saudade existe na alma minha!

Com a mensagem do Jesus menino,

A fé reacende, em cada coração,

Resplandecendo a luz do Deus divino.


João Pessoa, PB


14

VIDA x LUZ

Giba Peixoto


O FILHO de DEUS está próximo.


E ao mesmo tempo sabemos, que ELE sempre esteve por aqui.


É desejo e consciência de DEUS PAI, que a vinda do SEU FILHO JESUS CRISTO é, acima de tudo a, LUZ do mundo.


Uma LUZ que ilumina os que vivem na obscuridade, nas sombras da morte, ou seja, nós próprios.


Tenhamos plena consciência, de que o MENINO JESUS, veio iluminar as nossas vidas e nos guiar-nos, por onde devemos caminhar.


Gibaarte1

24.12.22


15

O NATAL DE NOSSA FÉ

Josias Alcantara


O natal para ser pleno

de harmonia entre os mortais,

cobra um toque mais sereno

de equilíbrio... credenciais,

dos valores essenciais

que será compartilhado

e em tempo comemorado,

na verdade, o que traduz,

a nossa fé por JESUS;

sempre vivo ao nosso lado!


O natal de cada filho

de DEUS, será de esplendor

resplandecente de brilho

e na alma acolhedor,

por termos Nosso Senhor,

o pilar de luz e crença

ao sentirmos a presença,

de Seu amor junto a nós

pra não sentirmo-nos sós

em meio da indiferença.


O natal será bem-vindo

com atitude sensata,

a quem ama, é sempre lindo,

independe do ouro ou prata,

cada alma será grata,

a comemorar o dia

que transcende em poesia

o amor de Cristo JESUS

que nesta data conduz

o acalanto em sincronia.


16

NATAL DE ALEGRIA E TRISTEZA

Helder Roque


Natal, dia de esperança

Este é o dia da criança

Dia em que ela festeja

Aquilo que mais deseja


Natal, (dia que é de paz?)

Tantas, esperanças trás

De amor e de alegria

Que pena ser só um dia


Tu és criança que sofre

Na tua porta passou

Este Natal que não entrou

Porque és filho de gente pobre


Tudo por causa do homem

Tudo por causa da ambição

Neste Natal te esquecerão

Tu, que és ainda tão jovem


Muitas lágrimas, tu, chorastes

Por umas caixas de chocolate

Muitas armas, eles fizeram

Mas pouco amor, te deram


Tantos lares estão felizes

Neste dia universal

Tantos lares infelizes

Por ele estão a sonhar


Criança pobre, eu te desejo

Um melhor natal este ano

Pois acho que somos humanos

Para te dar o que é teu anseio.


PORTUGAL/16DEC22


17

POSSO PASSAR O NATAL COM VOCÊ?

Lúcia Silva


É Natal! quanta emoção!

Ruas e casas iluminadas,

Ceias sendo preparadas,

Tempo de confraternização!


A maior festa do mundo,

De dimensão universal,

Tem sentido profundo,

Na partilha fraternal!


Famílias e amigos contentes,

À mesa, brindam o amor,

Na sala trocam presentes,

É o aniversário do Salvador!


Mas, cadê o menino Jesus?

Ele é o principal convidado,

Foi barrado na festa de luz,

Pelo Papai Noel, trocado?


Quem já viu aniversário,

Sem o aniversariante?

Está no calendário

É a festa mais importante!


Posso passar o Natal com você?

É a indagação que Ele faz

E espera cada um responder

Para entrar e levar sua paz!


Do seu Natal, Ele quer fazer

A celebração da esperança,

Em cada coração, escrever

As bem-aventuranças!


Amor, fraternidade,

Alegria e ternura sem fim,

Na festa da cristandade,

Terá, só depende do seu sim!


18

SEJAMOS NATAL

Romário Filho


Natal é Paz!

Natal é Luz!

Natal é Gratidão!

Vamos nos vestir com o Espírito Natalino.

Vamos levantar um irmão que encontra-se caído e não encontra forças, para levantar-se.

Vamos socorrer quem precisa de socorro.

Vamos alimentar os que estão famintos.

Vamos matar a sede dos que estão sedentos.

Vamos abraçar os que estão com frio, um abraço, aquece a alma.

Vamos dar as mãos e lembrarmo-nos que somos todos irmãos.

Vamos viver o Natal, o ano inteiro vamos semear o Espírito Natalino 365 dias por ano.

Sejamos Natal!

Sejamos Luz!

Sejamos Amor!


23/12/2022


19

ENTÃO É NATAL

Valmir Vilmar de Sousa (Vevê)


Como foi nossa caminhada, até aqui?

Como vivenciamos nosso Cristo interior?

Nos perdoamos?

Nos amamos?

Natal! Renovação

Tempo de perdão

Alegria, compartilhamento

Empoderamento

Natal! Renascimento todo dia

Solidariedade para com o outro

Abraçar um idoso, uma criança

Lhes oferecendo conforto e esperança

Pois, natal é todo dia

Com muita melodia

Muita alegria

Muito amor

...então é natal


23/12/19


20

ENCERRAMENTO

NATAL DE 2022

Josias Alcantara


Brasil quer comemorar

O natal que se aproxima,

Mas existe em terra e mar

Medo atroz e muda o clima,

Quer debaixo, quer de cima,

Não há clima natural,

Para viver o natal

Em família, entre irmãos,

Sofrem muitos cidadãos

Um cortejo imaterial.


Brasil, nosso bom Brasil

De sorrisos, de vitórias,

É guerreiro varonil

Celeiro de tantas glórias

De ameaças, de vitórias

Em torno de cada irmão

É trono do cidadão

Que planta cada semente

A florescer nossa gente

No afago do coração.


Brasil, de tantos natais

Anos novos com presentes,

A superar vendavais

Com abraços surpreendentes

Entrelaçados nas gentes

A comemorarem lidas

Difíceis, também floridas

Nesse jardim harmonioso

Gigantesco, poderoso

Com as bases bem nutridas.

34 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page