top of page

CIRANDA DE SETEMBRO/2022 – CAPPAZ – PRIMAVERA


01

ABERTURA

ESTAÇÃO DAS FLORES

Neneca Barbosa – João Pessoa-PB


A Primavera bela e perfumada

A cada flor aberta, um colorido

Aguarda com carinho a passarada,

Que chega, em bando, com tanto arruído.


A beleza se mostra na alvorada,

Em cada flor, perfume bem sentido,

Deixando a borboleta extasiada

Com seus cantores, num jardim florido.

És tu estrela, brilha e vais avante

Sinto-te, de um jeitinho, radiante,

Com tua essência, de valor sutil...

Trazes alento para os doces sonhos,

Deixando, assim, meus dias mais risonhos.

As tuas rosas são de encantos mil...

PARTICIPANTES DA 161ª CIRANDA


1. Andrade Jorge (12)

2. Arminda Bertuzzi (03)

3. Cardoso (25)

4. Deomídio Macedo (18)

5. Dido Oliveira (17)

6. Eda Bridi (20)

7. Fernando Alberto Salinas Couto (13)

8. Hélder Roque (16)

9. Hélio Cabral Filho (08)

10. José Maria de Jesus Raimundo Silva (24)

11. Joyce Lima Krischke (11)

12. Lourdes Ramos (09)

13. Lúcia Silva (23)

14. Lúcia Silva (26) ENCERRAMENTO

15. Marina Martinez (19)

16. Neneca Barbosa (01) ABERTURA

17. Rosana (10)

18. Roseli Farias Roque (05)

19. Salomé Pires (Mel) (22)

20. Sandra Lúcia de Souza Santos (15)

21. Sandra Toledo Rocco (07)

22. Tereza Santos da Silva (14)

23. Terezinha Teixeira Santos (21)

24. Valmir Vilmar de Sousa (Veve) (06)

25. Vilson L Holanda (02)

26. Wellington Costa (04)


02

O DIA PRIMAVERIL

Vilson L Holanda


A Borboleta voejando

Com exuberante beleza

E delicada leveza

Toca a flor sutilmente

Beijando-a carinhosamente.

O vento, suavemente,

Acaricia as pétalas das flores

De profusas espécies e cores,

Que exalam com abundância

As sus deleitosas fragrâncias

Aromatizando o ar do campo.

Nuvens brancas como a neve

Desfilam lentas e leves

Impregnando o céu de beleza.

O sol, sobre a terra,

sorrindo

Com toda a sua realeza

Ilumina o dia lindo!


03

DOS PERFUMES E DAS FLORES

Arminda Bertuzzi


Abro a janela e um bálsamo envolve o ambiente.

As Flores de Laranjeira, lindas e tão presentes,

Emanam seu aroma de forma forte e resistente,

Embora sejam apoucadas, até são proeminentes.

Em meio ao verde, vejo um colorido jardim:

Rosas, Mosquitinhos, Kalanchoê e afins...

Os olhos, encantados, revelam pra mim

O tom das Hortênsias, Miosótis e Jasmins.

As Margaridas, as Orquídeas, as pequenas Violetas

Exprimem um universo de vida e de beleza,

Seduzida e apaixonada, vejo as borboletas

Que, junto aos Beija-Flores, cortejam a natureza.

A Papoula, a Flor de Lis, a Tulipa ou a Quimera,

O Cravo, o Lírio, o Narciso ou o Xaxim,

O Girassol, o Leandro, a Petúnia ou a Era,

Assim como a Primavera, são maravilhas para mim!


04

FINALMENTE, A PRIMAVERA

Wellington Costa - Cabedelo - PB.


O amor que meu coração insiste;

Me rejuvenesce, tão bem que me faz;

Assim, deixei de ser poeta triste

Do desalento, não me lembro mais.


No lusco-fusco da primavera;

Ganhei alento, Minh‘alma apraz,

Graças a ti, me revigoro;

Da soturnidade não me lembro mais.


A primavera das lindas flores;

Chegou em mim e fez morada,

Adornando a minha vida.


A paz me sorriu, bem animada;

Deixando minh’alma comovida,

Tornando-se minha namorada.


05

INSPIRAÇÃO NA PRIMAVERA.

Roseli Farias Roque – 12.09.2022


Primavera estação de inspiração aos poetas.

Onde as cores se misturam pelos campos.

Tempo de temperatura amena

Paisagens de um visual lindíssimo.


Inspiração para belos poemas

Clima que agrada a todos

Estação inspiradora e bonita

Novas folhas, novas flores


Abre, Primavera com teu sorriso

Mais Florida e com mais vida

As tuas cores, jardins prados

Aquece o cantar dos pássaros


Rosas e flores no meu jardim

O cheiro perfumado no ar

Agradável sabor da adversidade

Muito mas florida a cada dia


A bela vivacidade das cores

Esse céu azul com o sol a brilhar

Aquece meu pequeno coração

Observando as borboletas a bailar.


06

SETEMBRO

Valmir Vilmar de Sousa (Vevê) 03/09/17


Setembro, nono mês do ano

No nono mês nós parimos

No nono mês inicia-se

Uma nova vida

Nova caminhada

Novos desafios

Mês das flores

Renovam-se cores, odores

Mês da primavera

Abramos nossas casas

Nossas mentes

Arejamos os pensamentos

Ouçamos os cantos dos pássaros

Nas manhãs primaveris

O sol a despontar

E ordenar

Aqui é meu lugar

Venho a esquentar

Os corações frios de amor

Exalar o cheiro das rosas

Trazer o frescor da cachoeira

A gota do orvalho

O florescer da vida

Contida

Sentida

Vivida

Estou a convidar

Vamos passear

Nos bosques

Nas ruas

Nas praças

Afinal,

Setembro chegou


07

REGOZIJO

Sandro Toledo Rocco - Santa Albertina/SP


Primavera é a estação do ressurgimento, da regeneração;

É o momento onde tudo ganha novo brilho, novas cores...

Quando a alma resplandece, quando despontam amores,

E os sentimentos eclodem, sublimes, de nosso coração!

Primavera é sinônimo de um completo rejuvenescimento;

Epicentro de delírios, esperanças e desatinos infinitos...

Onde os sonhos insondáveis afloram, insensatos e aflitos,

E o espírito se renova, anima, se energiza em novo alento!

Da mais modesta semente, advém uma completa planta;

De um insignificante gameta, se engendra uma nova cria...

O milagre da fecundação é, verdadeiramente, pura alegria,

E é na Primavera que sua indubitável galhardia se agiganta!

Esta é a época do ano mais inspiradora, e a mais auspiciosa;

Quando a Vida é exaltada, festejada em toda sua perfeição...

Nosso existir é cíclico, intenso e eficiente em sua concepção,

Mas é na Primavera que essa interação é plena e harmoniosa!


08

QUADRO PRIMAVERIL

Hélio Cabral Filho


O vento espalha as plácidas sementes;

A chuva tudo rega e regenera

O solo ressequido e paciente...

A vida, milagrosa, prolifera.


Setembro já chegou. É primavera.

A existência vibra, florescente.

Novo perfume, nova atmosfera;

É tudo mais suave e envolvente...


O sol aquece cada criatura;

As aves cantam pelos matagais;

A natureza inteira se emoldura.


Assim, com suas tintas naturais,

O Mestre faz da vida uma pintura,

Com suas pinceladas Divinais.


09

PRIMAVERA MOLHADA

Lourdes Ramos


Um inverno atípico acabou de findar

Deu lugar à primavera cheia de graça


Como por encanto há perfumes no ar

Borboletas, aves e abelhas devassas


Abeirou-se a chuva das flores felizes

Aguando beirais, varandas e quintais


A natureza esboça suaves matizes

Bailado de roupas limpas nos varais


Na essência a primavera é tão bela

É um renascer da fé e da esperança


Onde o divino pintor aviva suas telas

Esbanjando pólen em feitio de dança


Venha, ó primavera feliz e dedicada

Encharcada, dadivosa e contente...


Linda, cheirosa, enamorada amante!


10

AMANHECEU PRIMAVERA

Rosana


Amanheceu!

O Sol glamoroso surgiu entre as montanhas de saudade.

O orvalho alimentou a relva que cintila com os raios do astro rei,

como as lágrimas que o outono trouxe.

É magnífico observar o descortinar do amanhecer,

como um coração escancarado para o novo.

É de uma beleza singular,

a brisa leve que balança esta e aquela haste,

cheias de botões de flor,

que aguarda o desabrochar como se fosse amor novo,

embelezando os ninhos de felizes filhotes que estão ali, vindo.

O aroma desta singular paisagem torna o sentimento de desapego

e se mostra preparado para receber o cálice de exuberância, de pureza,

neste descortinar da manhã.

É PRIMAVERA!

Além de trazer a beleza da estação,

renova as forças para ter

o amor de volta em sua morada.


11

PRIMAVERA E VIDA

Joyce Lima Krischke


Primavera!

Primavera a inspirar

Poemas e canções a embalar...

A poesia flui agora!


Eterna melodia do coração!

Pássaros e animais a festejar...

Ela, com suas flores a perfumar,

Quando vem, há comemoração.


Quando se vai deixa seu olor,

Para lembrar que retornará um dia...

Ao voltar semeará poesia e melodia:

Momento de cantar poema de amor!


Deixar fluir a saudade por onde passar...

Como a vida tem tempo pra ser vivida!

Vida pode, em breve momento, ser perdida.

Existência breve... eis a razão de hoje amar!


12

MANHÃS DA PRIMAVERA

Por Andrade Jorge


Pelos campos floridos espalhei minha arte

Correndo entre flores ouvindo ecos distantes

de um folhetim perdido num encarte qualquer,

Mas essa primavera mulher

Vem na brisa matinal, e me alucina, me beija

traz o perfume da natureza que inebria meu ser

-

Ah! Lindas manhãs primaveril,

Os pássaros encantam com a magia dos cantos,

irrequietos voam pelos ares deste céu azul anil,

desenham o bailado com leveza, graça e beleza,

como a dizer: sorria hoje é dia de alegria!

-

Ah! Lindas manhãs de primavera!

A poesia invade a alma, reluz e seduz

aquecendo o mais frio e insensato coração,

a natureza encantada se esmera

nos deixa mais livre, mais leve e solto,

no corpo, envolto o braço da felicidade,

queria essas manhãs sempre assim

primavera sem fim....


02/09/19


13

PRIMAVERA E POESIA

Fernando Alberto Salinas Couto


Eu espero a primavera,

a mais poética estação,

cheia de flores no campo

que só inspira harmonia.

Sonho com a quimera

de ter sempre inspiração

que supere o tempo

e do tempo faça poesia.


RJ – 17/09/22


14

PRIMAVERA E VIDA

Tereza Santos da Silva


Após os ventos que dispersam névoas,

Ante o anseio da próxima estação,

Cores oceanas de corolas guardiãs,

Chegam primaveris, espelhadas em águas,

Desnudando sépalas nessa floração!

Chuvas benfazejas irrigam solo e flor,

Preservando perfumes, garantindo o mel.

E a brisa matinal dissipa o calor.

Em cintilação vária, sépalas ciliares,

Iluminam a terra, emoldurando o céu!

Flores salpicam miríades de nuances,

Ornando jardins, alimentando insetos,

Saltam nas paisagens tons frios e quentes...

Exalando olor, sensibilizando deuses,

Ao farfalhar das folhas, qual seres incertos!

Flores orvalhadas, mansamente dormem,

Matizes rubros, ocres, amarelos-gema,

Despertando vibrantes ao alvorecer,

Nuances boreais, eloquente poema,

Sazonal primavera que os humanos temem!

Sorriem na alegria, consolam na saudade,

Contagiam almas, enaltecem planos,

Infinita coloração assaz renovada,

Ciranda frutificante, garantindo a vida,

Tornando-se prenúncio para a mocidade!

Pois a flor que encanta morre soberana,

Nos jardins se apagam as cores, nada mais!

A floração se esvai, murchando insana,

Enquanto o ser humano termina em ais...

Posto estar ciente que não volta mais!


15

A ÁRVORE DA MINHA VIDA

Sandra Lúcia de Souza Santos – (@sannanapoesia)


Pai, minha raiz ancestral!

Dedico-te estes versos com eterna gratidão,

pois na selva da razão,

me conduzistes com o coração.


Com tua sabedoria infinita,

dentre livros, diálogos, afetos e alegrias

semeastes em minha vida,

a ciência e a poesia.


Tua luz infinita me irradia transformando

a saudade no enlevo da ternura

e da responsabilidade, caminhamos

nos ensinamentos que nos dispensastes.


Hoje, nossa amada e querida Família

que em raízes fincastes, com adubos de pleno amor,

floresce em primavera, flores lindas e mais belas

na ciranda da vida, com os encantos da ancestralidade.


16

A PRIMAVERA

Helder Roque – Portugal


- Vejam! A primavera chegou.

A natureza desabrochou,

Os pássaros, nos céus a voar,

Tão lindo ouvir o seu chilrear.


Os campos coloridos de flores,

Petúnias, lírios e tulipas,

Margaridas e lindas rosas,

Deslumbram com as suas cores.


Primavera, estação dos amores,

Recebes nos teus braços doces

Os namoros apaixonados,

Os amantes extasiados.


A tua beleza é divinal

Tu, és a centelha da vida.

Serás sempre muito especial,

Até ao dia da despedida.


17

NOSSO JARDIM PRIMAVERIL

Dido Oliveira


Nosso jardim primaveril é um Maná de surpresas boas, visuais, reflexiva...

Como não se impressionar com a flor que surge de repente, num piscar de olhos

- Parece que foi agora, não foi ontem quando era apenas um botão, uma ideia, um projeto de flor. Vermelha, branca, amarela, rosa, lilás, bicolor, tricolor, qualquer cor... Eu não me canso de admirar a força pungente da natureza, a resiliência da flor que mesmo arrancada, despetalada, pisoteada, usada por um dia - de festa ou de tristeza, com ou sem amor – até servida de tapete em festas religiosas e outras cerimônias! Ela volta teimosa, bonita, formosa, como sempre e sorri da “sensibilidade” humana. Eu imagino que um ser superior como Jesus Cristo, Santa Irmã Dulce, São Francisco de Assis, Madre Tereza de Calcutá não prestigiaria qualquer tipo de atrocidade, muito menos com as flores.

O certo é que precisamos fechar os olhos para enxergarmos além das aparências. O amor está dentro de nós, em tudo que nos rodeia, em tudo que toca a nossa sensibilidade, como um botão de flor, num jardim florido de amor.

18

O FLORIR DA PRIMAVERA

Deomídio Macêdo


Chegou a primavera

Florindo tudo pelo caminho.

As flores abrem suas pétalas de diversas cores.

Algumas delas aceitam o convite do vento e desprendem dos galhos, bailando pelos ares, em direção à terra que acolhem a todas com muito carinho e amor.

Os morros distantes, delineiam o quadro que a própria natureza vai pintando, provocando nossos olhos que faíscam de alegria.

O céu espia debruçando sobre as planícies e ali encontra a biodiversidade que é o conjunto formado por todas as espécies de

seres vivos existentes com suas diversidades genéticas.

Os seres humanos aqui estão.

Uns apreciam a natureza e até conversam com ela, entendendo a criação divina, no seu mais profundo sentimento de gratidão pela vida.

Outros tantos fazem derrubadas das árvores centenárias, sem a menor consciência de preservação e assim, as nossas florestas vão sofrendo e chorando as perdas de suas filhas: as árvores que cresceram juntas no processo evolutivo.

A mãe Terra sofre e é abalada pela falta de conhecimento que alguns indivíduos, ainda não conseguiram entender, a importância dos arvoredos para as suas próprias sobrevivências.

Mas nada está perdido.

O Mestre amigo está no leme desta embarcação e nos conduzirá, anos após anos, ao cenário primaveril dos Ipês amarelos, roxos, de todas as cores, abrangendo a flora de uma forma geral, presente ofertado por Deus causa primária de todas as coisas.

"Voltaire, um vulto notável do pensamento francês, afirmou com seu raciocínio prático sobre a existência do Criador: "O Universo me espanta e não posso imaginar que este relógio exista e não tenha um relojoeiro".

Com a convicção de que o planeta azul está amparado por uma força magnânima de amor, saudamos com veemência a chegada da PRIMAVERA.


19

PRIMA VERA

Marina/Palhoça/09/22

Todos os anos ela me visita. Às vezes, vem risonha, colorida, fresca. Outras, parece meio amuada, irritada. Mas sempre vem. Eu a conheço há muito tempo, creio que toda a minha vida. São lembranças de passeios, caminhadas, espirros, cores diversas, natureza pintada para festas. Ou não. Às vezes, se faz acompanhar por uma menina ou um menino muito mal-humorados, Los Niños, como explica para nós, simples mortais. Gosto de crianças, mas esses dois são umas pragas! E adoram mexer e transtornar quase tudo de bom que essa visita especial nos oferece. O que fazer? Pelo pouco que sei, quase nada. Apenas esperar e rezar para que eles se comportem melhor. Mas voltando à visita, Vera é especial, sem dúvida. E a cada ano, mesmo um pouco cansada, traz presentes para todos. Multicoloridos, com formatos diversos, solitários ou em buquês. O verde se torna mais brilhante, árvores sorriem, galhos, entrelaçados, se tornam ninhos para pássaros felizes, animais se cruzam, num amor natural. E sempre lembro de uma quadra que conheço há muito tempo, mas cujo autor não descobri:

Até mesmo as flores

têm a sua sorte:

umas ornamentam a vida,

outras enfeitam a morte.

E isso me faz pensar em escolhas, decisões, caminhos. Dar, doar, receber flores em vida ou ficar à espera disso ao partir? Usufruir o agora com o que ele oferece ou aguardar uma paz obscura que nem sei se existirá? E essa visita anual sempre me faz pensar nisso. Dar, doar, receber flores em vida ou ficar à espera disso ao partir? Repetitivo? Sim. Por isso gosto dela. Vera sempre traz e oferece flores. O que eu fizer com elas, será uma escolha minha. Ela faz sua parte. Decido o que fazer a cada visita. Afinal, essa visita especial é da única prima que conheço!


20

PRIMAVERA

Eda Bridi – Sobradinho/RS


O inverno esqueceu o frio e as chuvas

Um sol de primavera

brinca entre nuvens brancas

no céu azul anil

Eu vi florescer a laranjeira no meu quintal

Flores brancas, muitas flores

inspiram sonhos, desejos, amores

Quimeras!


Um novo dia

Entre nuvens cinza - chumbo

o sol se escondeu

O céu escureceu

O inverno fez sua tempestiva despedida

Jogou baldes de granizo

Eu vi as flores da minha laranjeira feridas.

Amanhã começa a primavera

Eu vou tentar esquecer as minhas flores feridas

Sentir o perfume das cravinas, das heras

Ouvir o canto do bem-te-vi na minha laranjeira

Mensagens de Paz, de Luz, de Vida!


21

DE FLOR EM FLOR

Terezinha Teixeira Santos


Num galho bem escondido

Da minha mangueira florida

Um ninho foi construído

Com pétalas de margarida.


Nele tinha um ovinho

E um beija-flor colorido,

Pequenino passarinho

Gerando uma nova vida.


Todas as manhãs, eu olhava

Aquela obra da natureza

Um dia sozinho voava

Que encanto, que beleza!


Tão frágil e pequenino,

Partiu o mimoso colibri,

Meu coração gemeu de dor

Com vontade de lhe seguir.


22

NA GRATIDÃO DA FLOR...

Salomé Pires


Para os nossos sentidos as mudanças

De estação, de emoção, de sentimentos

Saber aproveitar os bons momentos

Ver brotar primavera nas andanças


Ser calor onde o frio se faz rei,

Terra fértil do bem e da alegria,

Como as flores levar só poesia

Fazendo da harmonia a sua lei,


Sagaz é a mudança de estação,

Quando a terra se vê com luz e cor,

Aposta na semente, e crê no chão,


Na generosidade da raiz

Que alimenta calada, a folha e flor,

Na gratidão da flor... vida feliz!


23

ÁRVORE

Lúcia Silva


É um dos elementos

Mais belos da natureza

Umas produzindo alimentos

Para nossa fome saciar

Outras gerando beleza

Para os olhos admirar.


Quando estou perto

De uma árvore bela

Sinto-me no caminho certo

Para a paz encontrar

Pois a harmonia dela

Vem minha vida pacificar.


24

PRIMAVERA II

José Maria de Jesus Raimundo Silva


A natureza desperta,

As flores encantam.

O verde surge nos campos.

Primavera...

Ipês florescem.

Reina paz e amor.

Deus está presente.


25

PRIMAVERA

Cardoso – 09/2022


Setembro é primavera

O campo todo florido

Pendoando flor família

De Rosas e Margaridas


É flor da primavera

Alegria das Camélias

Melodia e harmonia

Abraço roxo dos Ipês


O vento a balançar

Flores belas a bailar

Quando tudo é aroma

Jacinto e Catingueira


O perfume das Lavandas

A beleza das Orquídeas

No caminho da Barriguda

Das Acácias e Violetas


Buquê da caatinga

Licuri e Gravatá

Umbu Mandacaru

Macambira e Juá


26

ENCERRAMENTO

AS FLORES

Lúcia Silva – Currais Novos/RN


Tão meigas, tão singelas,

Cada uma mais bela,

Assim são as flores

Do jardim dos amores.


Tem flores vermelhas

Que lembram as centelhas

Faiscando no coração

Dos que vivem uma paixão.


Existem as brancas

Oh! como são francas!

Igual ao sorriso da criança

Que vive abraçada a esperança.


E as azuis? Que encanto!

Pois recorda o manto

Da mãe de Jesus:

A verdadeira luz.


Não importa suas cores

Nem seus cheiros suaves.

Elas enfeitam a vida

E também a manhã de primavera.

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page