top of page

168ª CIRANDA CAPPAZ – ABRIL/2023

Atualizado: 13 de mai. de 2023



01

ABERTURA

CAPPAZ: MENINA-MOÇA!

JJ. Oliveira Gonçalves

*Que tilintem as Taças de Cristal pela nossa Menina-Moça CAPPAZ!! (JJPoet@!)


Parabéns, CAPPAZ, pelos teus 15 aninhos! Ano a ano, paulatinamente, te vi crescer. Entre algumas alegrias, sei, e algumas tristuras, é claro – que é assim a vida. Fora a vida só alegria, não seria chamada vida. Fora apenas tristezas, também vida não seria. Que os seres humanos, embora alguns nem tão humanos assim, os manos animais e a mãe-natureza, também têm a sua própria vida. Trazem de nascença traçado o seu Destino. Destino que, para mim – e para mais alguns malucos e malucas que andam por aí – é sinônimo de Sorte. E, em se tratando de sorte, essa pode ser boa ou má. Aliás, só muda, logicamente, o predicativo da palavra sorte.

Mas, filosofias (vãs) à parte, minha missão, no momento, é escrever um texto sobre os 15 da CAPPAZ – cujo evento é chamado de Bodas de Cristal. Todavia, espero não me alongar no assunto, pois sofro de uma espécie de doença que chamo de compulsão de escrever.

Pois bem, no dia de hoje – 9 de abril de 2023 – a Confraria Artistas e Poetas pela Paz completa 15 anos de fundação, ou de sua profícua existência. Apesar do tempo e de meus cabelos escassos e brancos, guardo ainda, na memória, cenas inapagáveis daquela tarde de Outono – tão bela quão cheia de Sol, de céu azul e de calor – desde a hora em que saí de casa até o encerramento das atividades sociais e artísticas que marcaram a fundação da Confraria.

Enquanto escrevo estas linhas, há grande saudade em meu peito e relembranças, acompanhadas de um fundo suspiro na Alma e uma espécie de incógnita sobre os então futuros passos da CAPPAZ. Eis que essa incógnita foi a que senti quando saía de casa, pois o bebê CAPPAZ já estava “coroando”! E nos apressávamos para, enfim, vê-lo nascer e segurá-lo (alegre, amorosa e conscientemente!) nos braços.

Muitas faces passam na linha do pretérito. Risos e sorrisos. Entusiasmo. Pré-planejamentos. Sonhos. Devaneios. Ilusões. Mesmo utopias. Eis que, ali, estava uma bebê ainda nas fraldas, cujo nascimento era, de há muito, desejado e esperado ansiosamente! Era o nascimento de uma bebê já vestidinha de Verde-e-Branco, simbolizando o Verde da maravilhosa e curadora Mãe-Natureza e o Branco da cantada e tão ansiada Paz!

Enfim, entre idas e vindas, curto lembranças, relembranças e saudades que passeiam no Tempo, nestes 9 de abril de 2023, pois que a Menina-Moça chamada CAPPAZ festeja suas 15 risonhas Primaveras! São Primaveras de Trabalho, Fé, Paz e Bem e Esperança! Esperança em um mundo melhor, em um homem melhor, em uma sobrevivência mais justa e realmente humana, em um olhar e em um abraçar (realmente!) Mãe-Natureza, tendo consciência de sua importância, de sua benevolência, de sua dignidade e de seu Amor por nós, pois que sem ela pereceremos! Da mesma forma, devemos observar, respeitar e Amar nossos manos animais – eis que o Criador os colocou em nosso Planeta-Azul para serem, (não sem motivo!), nossos Sábios Companheiros de Jornada.

Aqui, deixo expressos meus desejos de que nossa Menina-Moça reafirme a luta – quase utópica – pela Liberdade – Valor Sagrado! Eis que Deus nos criou livres, para livres vivermos (ou sobrevivermos) nesta Torre-de-Babel em que se mostra o Mundo. Deus está no Céu, na Terra, em toda parte. E em cada um de nós que n’Ele crê. E O reconhece como Poder e Justiça – Senhor e Glória Excelsa!!


“Minhas palavras são como as Estrelas... Jamais empalidecem!”

(Grande Chefe Seattle)

Porto Alegre, 19 de abril/2023. 11h38min


DESTAQUE AUTOR DO HINO 15 ANOS CAPPAZ


JUBILEU DE CRISTAL DA CAPPAZ

Autor: Josias Alcantara

Música: Dido Oliveira


15 anos da CAPPAZ

É jubilei de cristal,

É confraria da paz,

Uma paz universal,

Semeando o bem geral

Com amor, fraternidade,

Envolvendo a liberdade

Do respeito e da esperança,

A CAPPAZ por certo alcança

O atributo da unidade.


15 anos feito de história

Com registros anuais

Enaltecendo a memória

Nos enleios dos jograis

E recursos cabedais,

Dos membros agregadores

Cultivando seus valores,

Junto a paz da humanidade,

Que almeja a felicidade

A partir de bons leitores!



Faça parte desse enredo

Venha conosco cantar,

Poesia não dá medo

Faz o belo se abraçar,


A CAPPAZ canta o momento

Em que você foi capaz,

De mostrar grande talento

Cantando em nome da paz

Uma paz de amor e luz

Em tudo que ela abraça.


PARTICIPANTES DA 168ª CIRANDA – CAPPAZ – JUBILEU DE CRISTAL 15 ANOS – ABRIL – 2023


1. Antônio Oliveira – Cardoso (24)

2. Antonio Zanetti Junior (14)

3. Carlos Reinaldo (29)

4. Deomídio Macedo (04)

5. Dido Oliveira (09)

6. Eda Bridi (26)

7. Fátima Peixoto (21)

8. Helder Roque (10)

9. Hélio Cabral Filho (12)

10. JJ. Oliveira Gonçalves (01) ABERTURA

11. José Maria de Jesus Raimundo Silva (17)

12. Josias Alcantara ( DESTAQUE)

13. Joyce Lima Krischke (08)

14. Judite Krischke Sebastiany (07)

15. Lourdes Ramos (13)

16. Lúcia Silva (28)

17. Maria da Conceição Ferreira Santos (06)

18. Marina Martinez (20)

19. Miriam Arceno Rocha (18)

20. Neneca Barbosa (15)

21. Romário Filho (16)

22. Romário Filho (19)

23. Roseleide Farias (30) ENCERRAMENTO

24. Roseli Farias (03)

25. Salomé Pires (05)

26. Sandra Lúcia (22)

27. Silvia Araújo Motta (11)

28. Suely Ravache (27)

29. Terezinha Teixeira Santos (25)

30. Valmir Vilmar de Sousa (Veve) (02)

Vânia Vinhas Cardoso (23)


02

CAPPAZ COM A PAZ

Valmir Vilmar de Sousa (Vevê)


Promover a paz, é nossa missão

Caminharmos de mãos dadas, como tal

Todos juntos, nesta união

Comemorarmos o jubileu de cristal


Nossos ideais se fundamentam

Em Gandhi, Teresa de Calcutá

Russel, Luther King,

Cacique Seattle e Francisco de Assis,

Seres especiais que por aqui aportaram


Saibamos imitá-los

Num só objetivo

Levando a bandeira da paz

Com arte e maestria

Entre sonetos e quartetos

Escrevendo uma nova história

Neste planeta azul

Afinal, somos Cappaz.


07/04/23


03

JUBILEU DE CRISTAL DA CAPPAZ

Roseli Farias Roque


CAPPAZ em seu jubileu de cristal,

Nossos confrades e confreiras em crescimento.

Companheirismo e inspiração festejarão com tilintar dos copos de cristal.

Levantaremos a taça com transparência e confiança.

Maturidade nessa longa jornada.

Brilho e muitas flores brancas para representar a data querida.

Seremos resistentes até em nossos poemas.

Confraria cheia de elegância e harmonização.

Tenho a honra de estar na CAPPAZ como artista e escritora.

Somos condutores de energia.

Somos energia em qualquer ambiente.

Somos condutores e cura e um belo amuleto com brilho e raios transparentes.

Somos o brilho da luz do sol e poetas pela paz.


Abril/2023


04

CAPPAZ 15 ANOS

(Deomídio Macêdo)


Cristal, elemento precioso, símbolo de limpeza, pureza e sabedoria, que permite ver através dele as características da sua maturidade.

Assim, é a Confraria Artistas e Poetas pela Paz – CAPPAZ, que em 09 de abril comemorou-se os seus 15 anos de fundação.

Coroando-se com elegância o ornamento: Boda de Cristal.

São 15 anos de atividades artísticas, poéticas, culturais, com o único objetivo de levar paz para os quatro cantos do mundo, como também, transmitir mensagens de preservação do meio ambiente, para que possamos ter um saudável Planeta Azul.

Estivemos juntos de mãos dadas, firmes e fortes, durante esses anos e continuaremos laureados de amor e de fraternidade.

E como diz J.J. Poeta, Presidente de Honra: “temos distâncias imensas a percorrer e queremos aprender todos os dias com o Mestre Tempo – o irreversível Chronos!”

“Hoje, reverenciamos o passado da CAPPAZ, com olhos no futuro, ressaltando as raízes deste sonho de Fé na Paz, de trabalho e de amor, que motivou a formação da nossa Confraria.” Afirma Joyce Lima Krischer – Presidente Fundadora da CAPPAZ.

Brindemos esta data tão importante para a Confraria Artistas e Poetas pela Paz!

Felicidades mil!


05

O PRISMA CAPPAZ

Autora: Salomé Pires


Sem luz nada existiria,

Nem palavras e sorrisos

Tudo seria tão frio!

Só sombras no paraíso

Agradecer pelo quê?

Sentimento indeciso...


Olho o sol se revelando

Todas as horas do dia

Tal confraria da paz

Aquece, queima, irradia

Parece nos convidar

A viver com ousadia…


O cristal reflete o prisma

Colorido se traduz

É beleza aos olhos da alma

É magia que reluz

Não há beleza sem cores

E não há vida sem luz


Olho pessoas aí...

Parceiros de caminhada

Estarão do nosso lado

Como linha conectada

Parecem nos garantir

Companhia na jornada


Tem aqueles que são luzes

Aquece, queima, irradia

Nos devolvem a esperança

Tem olhar de melodia

Faz brotar nosso melhor

Em nós se faz moradia


Perceber quem nos é paz

Traz alento ao coração,

Até nossos desafios

Não nos roubam céu e chão,

Pois só é CAPPAZ de amar

Quem reflete GRATIDÃO!


São Francisco do Sul/SC


06

O SONHO DA CAPPAZ.

Maria da Conceição Ferreira Santos


Graduada em "pescar" artistas, segue a CAPPAZ

no seu sonho altaneiro, perspicaz:

não ser silente, por-ser virente

à cultura resistente.

Neste seu feliz JUBILEU de CRISTAL,

Cursa primorosa, cordial,

Promovendo atividades culturais:

Ciranda Mensais, Antologias Anuais...

Levando deleite aos confrades, confreiras.

De meta além Brasil, segues rompendo barreiras.


07

CAPPAZ, RELAÇÕES DE CRISTAL

Judite Krischke Sebastiany


Cristal... lindo! Transparente. Valioso exatamente por isso.

Todo cristal, todos cristais...

Devem ser tratados com delicadeza e respeito.

Assim, as relações humanas fraternas: transparentes, valiosas, delicadas e respeitosas.

Elas são possibilidades reais quando cultivamos o Amor e a paz. Quando bebemos na fonte da água viva de Amor e Paz.


Olhe para o horizonte, olhe para o céu. Deixe- se banhar por essa torrente de Amor e Paz.

Beba dessa fonte límpida e curativa.

Seja canal por onde passa o fluxo dessa água viva de Amor e de Paz.

Seja CAPPAZ.


08

15 ANOS CAPPAZ

Joyce Lima Krischke

(Presidente fundadora CAPPAZ)


Quinze anos, já são passados.

Desde o dia em que nasceu.

Jubileu de Cristal (menina moça) festejamos.

Vejam só, como cresceu!!


Foi num nove de abril.

Recordo, eu a vi nascer!

Hoje, acompanho seu andar.

Crescer? Sim, como cresceu...


Também, durante sua existência,

Quedas sofreu e seus joelhos machucou.

Emoções viveu e muito amor decantou.

Encontros Nacionais momentos de fraternidade...


Sua missão é viver e levar

a cultura da Paz e do Bem...

Seja em letras, em imagens

ou notas musicais.


Letras e melodias semeadas ao mundo.

Prosa e verso, nos livros e na Web.

Artes visuais e musicais, também.

Cirandas, Antologias e Saraus em paz.

Treze Antologias editadas,

cento e sessenta e oito Cirandas Temáticas

Idas e voltas e, o mundo girando...

A CAPPAZ PAZ E BEM espalhando.

Quantos momentos afloram à mente?

Momentos de festa em paz e, também,

Momentos de dor e perdas... fatais:

Sergio, Diná, João, José e... saudades!


Com Cristal de Quartzo verde, ou Aventurina,

a CAPPAZ comemora seus quinze anos

Pois, verde é a cor símbolo da CAPPAZ.

“Quartzo verde é considerado a pedra da cura”.


Segue a CAPPAZ, neste Jubileu, com a pedra,

que acalma o corpo, a mente e o coração,

acreditando na vivência da Cultura da Paz,

com paciência, fé, esperança e resiliência,


Balneário Camboriú, 09 de abril, de 2023.


09

CRISTALIZANDO A CAPPAZ

Dido Oliveira


É muito bom poder cristalizar o que já é bom, claro

A CAPPAZ merece todo o brilho do cristal

Toda a forma correta, dinâmica, precisa

Todos os átomos, moléculas, íons

Confluindo para o seu núcleo encantado de paz

A CAPPAZ vale mais que Cristais, Ouro, Prata

Sua jornada é límpida, cristalina naturalmente

A caminhada que se comemora 15 anos de estrada

A passos largos, em prol da paz, da vida plena neste planeta azul,

Dos cuidados com a mãe natureza, dos animais que aqui habitam.

A CAPPAZ sempre à frente com sua lanterna acessa

Mostrando o melhor caminho para o bem de todos

Sem tropeços, mas quando eles acontecem – mesmo bastante,

levanta-se e segue adiante, resiliente,

Cristalinamente seu amor à paz e o bem, prevalece.


10

JUBILEU DE CRISTAL

Helder Roque


Nestes anos, a Confraria CAPPAZ

Artistas e Poetas pela Paz

Tem sido uma digna representante

Dos valores mais importantes


Da conduta humana na sociedade.

Todos nós temos a oportunidade

De contribuir com textos e poesias

Vídeos e citações de harmonia


De escrever sobre Amor, Paz e Liberdade.

Eis a sua verdadeira identidade

Por essa razão, Confrades e Confreiras,

Nós devemos sentir grandes alegrias


Por fazermos parte desta Confraria.

Tem sido anos de muitas conquistas

Chegamos ao Jubileu de Cristal

Ao delicado e precioso Cristal


São quinze anos de muitos momentos

Muitos sonhos sonhados e realizados

Elevámos o nome da CAPPAZ

Na defesa dos valores do Bem e da Paz


Portugal/Brasil


11

CAPPAZ COMPLETA [JUBILEU DE CRISTAL]

-

Acróstico-mesóstico-diagonal nº 7709

Por Silvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil

-

[J]amais será esquecido o nove de abril de 2008;

n[U]ma mensagem de Fundação da CAPPAZ,

nob[B]re J.J. Oliveira Gonçalves, em POÁ, faz

à Pres[I]dente-Fundadora Joyce Lima Krischke,

imorta[L] abertura, com uma luz desafiadora que

ainda nos [E]mociona; lida no site institucional:

digna assinat[U]ra do querido Presidente-Nacional.

-

15 anos de sau[D]ade, neste Jubileu de Cristal traz

Construção sob [E]ficiência, e criativa persistência;

-

Cada proposta al[C]ançada, a prática sempre refaz

Produções de arte, lite[R]atura para Cultura da Paz;

Lições pessoais e educac[I]onais, no planeta terra,

Com fé e esperança em Deu[S], nosso único Mestre.

Parabéns a todos Artistas e Poe[T]as pela Paz/2023,

Pela participação nas Parcerias, e nas [A]ntologias.

Nesta CIRANDA, trazemos os aplausos e a[L]egrias.


---Belo Horizonte, Minas Gerais, 20 de abril de 2023---


https://www.recantodasletras.com.br/acrosticos/7768458


12

CAPPAZ 15 ANOS - BODAS DE CRISTAL

Hélio Cabral Filho

O brilho, a polidez, a cintilância...

A fina transparência do cristal;

A palavra expressada em consonância,

Com todo o seu valor sentimental...


A expressão tão pura, a elegância,

Do gesto e da atitude essencial,

Para mostrar aquela exuberância,

Dos sonhos de um momento especial.


Assim, nossa CAPPAZ, se mostra incrível,

Na produção de textos, tão diversos,

Moldados na emoção inesquecível.


Quer seja em tempos bons ou adversos,

Nos traz sempre a palavra tão sensível,

Na transparência de tão belos versos.


13

C A P P A Z EM ACRÓSTICO

Lourdes Ramos


C intilante cristal espargindo esplêndido sentir

A mor e sensibilidade em diversos tons e formas de expressão

P ela CAPPAZ se faz real o presente e o porvir

P oemas, canções e retratos projetados em nosso coração

A ndar no amor, em união e harmonia, para nós é essencial

Z elo fraterno em eventos, avivando a Paz Universal!


14

CAPPAZ – JUBILEU DE CRISTAL

Antonio Zanetti Junior

Nascido do ventre da terra.

Vencedor dos telúricos tormentos.

Simboliza deste mundo a quimera.

De pureza como divinal sacramento.


Encanta ao sentido visual.

Como gema de singular forma e beleza.

Transparente sem mácula, virginal.

Fulguras entre as pedras com nobreza.


Nossa confraria se firma e amadurece.

Já avançados três belos quinquênios.

Com graça e juventude, enaltece.


A beleza, a arte e a paz.

Quais nobres damas no proscênio.

No feliz ensejo de ser CAPPAZ.


Itajaí, 22 de abril de 2023

15

JUBILEU DE CRISTAL - 15 ANOS CAPPAZ

Neneca Barbosa


Há quinze anos, um sonho realizado!

Nasce a CAPPAZ sob a bênção divina,

deixando em cada membro grande aprendizado,

de seguir espargindo a paz que ilumina.


Este ano é comemorado seu Jubileu de Cristal,

que simboliza transparência, para se ter maturidade;

juntos convivermos, na Confraria, num bom astral,

sermos instrumentos em prol da humanidade.


Nove de abril, data significativa para a CAPPAZ,

que por meio dos seus membros, criou objetivos

de lutar com amor, pelo bem e pela paz,

que serão para Mãe Terra preventivos.


Parabéns, CAPPAZ, por seus nobres ideais...

Belos frutos, da arte e da poesia são dados,

aplacando nos seres viventes os nossos ais.

Juntos, hinos de gratidão vão ser cantados!


João Pessoa, PB


16

JUBILEU DE CRISTAL

Romário Filho


15 anos,

A Cappaz está debutando.

Cappaz é Paz...

É Poesia...

É Harmonia.

Jubileu de Cristal,

Nunca vi nada igual.

Parabéns pelos 15 anos!

Sou Capaz!

Sou Amor!

Sou Poesia!

Parabéns Cappaz!

Continue transmitindo Paz.


13/04/2023

15:23:33


17

JUBILEU DE CRISTAL

José Maria de Jesus Raimundo Silva


Quinze anos...

CAPPAZ.

Forte e imbatível,

No Brasil e no exterior.

Trazendo encanto e admiração,

Nos versos, música e arte.

Quinze anos...

Confrades e confreiras,

Com seus versos a todos encantam.

Artistas, músicos, cantores e pintores (as),

Transmitindo amor, paz e alegria.

Jubileu de Cristal.

Seus raios trazem esperança,

União, paz e felicidade.


Varginha/MG. 14/04/2023


18

QUINZE ANOS DA CAPPAZ.

Mirian Arceno Rocha


Um cristal delicado e límpido, assim é a cappaz.

Quinze anos jubileu de cristal.

Unindo artistas e poetas pelo mundo carregando a bandeira da paz...

Sou CAPPAZ e com muito orgulho escrevo enaltecendo a confraria que perpetua as palavras em versos e contos rimando o amor e pintando as cores da bela natureza.

Todos juntos lutamos pela manutenção da vida nesta terra, com o propósito de semear o amor, paz e respeito por onde passar.


Camboriú/SC


19

JUBILEU CAPPAZ

Romário Filho


15 anos...

Não são 15 dias...

Muitas poesias...

Dias de paz e alegria.


15 anos...

Dias de altos e baixos...

Caímos, levantamos...

Chegamos até aqui.


15 anos...

Jubileu de Cristal...

Estamos debutando...

Estamos firmes.


15 anos...

Sonhos...

Alegrias...

Fantasias.


23/04/2023

19:19:36

20

QUINZE ANOS

Marina Martinez


“Entreaberto botão, entrefechada rosa. Um pouco de menina, um pouco de mulher.” É ela menina que chega e que passa... Palavras de Tom Jobim e Vinícius, salvo engano da memória. E o resto virou história. História cantada, escrita, pintada há 15 anos. Percorri alguns trajetos antes de conhecer a CAPPAZ. Cafezinho Poético, saudoso Facchinelli; Casa do Poeta Rio-grandense, Instituto Cultural Português, Partenon Literário, Centro Literário Castro Alves. Creio que nunca agradeci a todos por tudo o que de bom me deram. No último, Castro Alves, troquei muitas letras com JJ! E tive oportunidade de conhecer a Joyce. Não recordo as circunstâncias, mas ganhei seu livro Lua Azul. Depois, um convite para a CAPPAZ. E confesso: receosa, tive medo de não ser capaz. Enfim, trocadilhos à parte, aqui estou, 15 anos depois, com quase 15 antologias, e participações diversas. O mundo mudou desde os simpáticos almoços de sábado no Castro Alves. Perdemos parceiros queridos, tivemos (e ainda temos) pandemia, guerra na Europa, transtornos bélicos em diversas partes do mundo, ressurgimentos de atos insanos e deploráveis, alguns em nome de crenças. Fome, destruição. E, apesar de tudo isso, aquela ‘menina’ cresceu, acolheu e ainda acredita em fé, respeito, paz. Bodas de Cristal! Transparência, segurança, companheirismo, fidelidade. Atributos da Cappaz. Dentro de nossas individualidades, creio procurarmos essas parcerias. Na minha não religiosidade, gosto de Santo Antônio e sua figura simples e cordial. De modo particular, vejo o ato de acolher como um dos mais importantes do dia a dia. Um dos mais difíceis. Mas essa menina de 15 anos aprendeu a receber. E a falar de serenidade. E acolhimento. Não vou desejar felicidades pela data, nem prometer presente. Apenas desejarei futuro, agradecendo pela paz e pelo bem que tenho recebido. Luz e proteção!


Palhoça/240423



21

CAPPAZ, PARABÉNS PELO SEU JUBILEU DE CRISTAL!

Fátima Peixoto


Confraria que acolhe poetas e artistas que lutam pela Paz, que usam a arte para propagar o belo, propagar fraternidade entre os irmãos e irmãs.

CAPPAZ, formada de muitos cristais que têm o poder de levar boas vibrações, paz, tranquilidade através de seus escritos, suas telas, suas obras de arte.

Sabemos que só com os nossos atos podemos fazer a diferença, podemos deixar brilhar o cristal que está dentro de nós iluminando os caminhos de quem cruza com o nosso.

Sou feliz de fazer parte de um grupo tão seleto, pessoas que transformam, parabéns para todos, parabéns para nossa presidente fundadora Joyce!


22

JUBILEU DE CRISTAL – CAPPAZ

(Sandra Lúcia)


Segurei a bandeira da CAPPAZ

Com muita honra e alegria

Quando participei do Projeto

Resgatando a SELIBA/BA.


Em 2019, A Semana do Livro Baiano

Da Escola Viva Infância transformou minha vida em conto

Que as crianças representaram marcando

A primeira vez que não declamei a minha poesia.


E descobri neste lindo dia que também

Não tinha por escrito a minha singela biografia.

Tantos encantos e aprendizados

Com as crianças e os poetas da Bahia.


E convidada por Vera Passos,

Com a bandeira flamejante da CAPPAZ

Aceitei o convite para fazer parte

Desta Confraria da PAZ.


Dentre o perfume de tantos poetas

E escritores ali reunidos, participei

Do lançamento da antologia,

Também apresentando-lhes meus livros

Com muita alegria.


Após este grande encontro

Retornei para casa surpreendida

Com minha neta Larissa, com oito anos

Versejando sua primeira poesia.

Logo a convidei com a minha irmã Yvete

Para integrarmos a próxima antologia.


Em gratidão a poetisa Vera Passos

Dedico a poesia Primavera

Neste imenso jardim cultural de flores

Com diversidade de tamanhos e cores.


Espargindo luz em forma de cristal

Comemorando a PAZ junto a tantos amores,

15 anos de Arte, literatura e cultura

Espargindo o néctar de Cristal.


23

CAPPAZ: PRISMA DE CRISTAL!

Vânia Vinhas Cardoso


CAPPAZ:

Confraria Artistas e Poetas pela Paz!

Qual Prisma de Cristal

À luz do Sol,

Reluz cores do arco-íris

Aos quatro cantos da Terra:

Vermelho do Amor,

Laranja do Entusiasmo,

Amarelo da Alegria,

Verde da Esperança,

Azul da Harmonia,

Anil do Conhecimento,

Violeta da Espiritualidade!

CAPPAZ:

Jubileu de Cristal!

Há 15 anos poetizando a Terra...

Há 15 anos colorindo corações...

Há 15 anos emitindo luzes

Do Puro Cristal da Paz e do Bem!


Varginha (MG)


24

JUBILEU DE CRISTAL

Cardoso


Na beleza dos cristais

Na festa de 15 anos

A debutante CAPPAZ

Nos braços da paz


Respirando alegria

Harmonia e poesia

Eis bela formosura

Nos caminhos da cultura


Seu Jubileu de Cristal

De histórias já contadas

Assegura sua ternura

Na cultura popular


Escutando e Abraçando

Confreiras e Confrades

Ajuntando o Brasil

Seu Jubileu de Cristal


A CAPPAZ é resistência

No Jubileu de Cristal

Sua luta é consciência

Na busca pela PAZ


04/2023


25

- CAPPAZ -

BODAS DE CRISTAL

Terezinha Teixeira Santos


Quem é esta,

Bela e graciosa

Amada e querida?

É a CAPPAZ grandiosa


Que celebra com orgulho,

Seu Jubileu de cristal.

Vestida de azul e branco

Com brilho angelical,


No jardim da literatura,

Ostenta sua beleza.

Nas prosas e nos poemas,

Floresce linda, como a natureza


Bendita é a CAPPAZ

Que traz consigo vigor,

No repasse do seu saber

Na grandeza do seu valor.


26

JUBILEU DE CRISTAL

Eda Bridi


Luzes de Cristal

Iluminaram lá atrás, no tempo dos anos

Que uma Confraria

Faria

Um iluminado Movimento

Pela PAZ!


Poetas

Mentes abertas

Corações generosos

Abriram as janelas para a Vida

Viram beleza

Em flor, a natureza

Viram também dor

E num respiro profundo

Desejaram Paz para o Mundo

E a promessa, com ardor:

Sou CAPPAZ! Sou Amor!


Cá, estão poetas

A dedilhar poemas

Nas cordas de um Violão

Nas letras em papel Linho

Nas telas, a Arte em belas cores

Para dizer: “Somos atores

Do Bem e da Paz”!


“15 Anos” comemora a Confraria!

Lá atrás, no tempo dos anos

Lançou as sementes em tons de versos

Para o cultivo da Vida no Universo

As sementes germinaram

Feito lavouras de trigo, do dourado do Sol

Do trigo, o Pão, o Pão moldado, a Pomba

A Pomba da Paz, do raminho de Oliveira!

Sonhos?

Sonhos nas páginas da Antologia

“Interfaces de Amor e Paz” – Volume1


Em uma bonita e sólida jornada

A CAPPAZ emanou mensagens

de Fé, Paz e Amor

Para a Humanidade

Escreveu sua História

Nas páginas das Antologias

E editou no Ciberespaço

Para que todos num grande abraço

Confraternizem a Amizade!


Que o brilho dos Cristais ilumine

Os desejos e realizações da CAPPAZ!

Salve Jubileu de Cristal!


27

CAPPAZ

Suely Ravache


Muito significante

Estar nesta confraria

Veio assim como queria

Juntando... contagiante

Gente de mente brilhante

Congregando fluindo em Paz

Mágica em letras: CAPPAZ

Debutando em Liberdade

Cristal de felicidade

Brilho em Vida: satisfaz!


Cigana Poetisa


28

JUBILEU DE CRISTAL

Lúcia Silva


A confraria está em festa

Celebrando jubileu de cristal

Paz e bem toca na orquestra,

Saudando o amor fraternal!


Faz quinze anos a CAPPAZ

Uma caminhada de amor,

De respeito a vida, de paz

E à mãe natureza, um louvor!


Música, poesia, pintura

Toda expressão de arte

Exalam a união e ternura

Da CAPPAZ por toda parte.


29

CAPPAZ – JUBILEU DE CRISTAL

Carlos Reinaldo de Souza


Forjada com muito amor,

nascida em berço de paz,

gerada com destemor,

assim surgiu a CAPPAZ!


Nove de abril: neste dia

recebe os raios de luz,

que o sol do alto envia,

e a todos isto seduz!


O ano era dois mil e oito,

que foi um ano bendito.

Ninguém estava afoito,

pois tudo estava escrito!


Um ano muito sagrado,

João José, Joyce, pilares,

formaram um grupo amado,

sempre fiéis aos seus pares!


Percorrendo esta jornada,

seguiram longo caminho,

a CAPPAZ, toda enfeitada,

plena de muito carinho!


Então, CAPPAZ, segue em frente,

a história aqui não termina.

Paz, Bem e Meio Ambiente,

na Terra tudo germina!


São 15 anos de glórias,

sob sol ou vendaval,

conquistas, muitas vitórias,

no Jubileu de Cristal!


30

ENCERRAMENTO

15 anos da CAPPAZ – JUBILEU DE CRISTAL

Roseleide Farias


Justa homenagem nós fazemos aos teus 15 anos

Unidos somos à uma nobre mulher que te fundou

Bem no seio do Rio Grande do Sul, dois corações

Incenso, mirra, ali brotaram de dois belos poetas

Leis, normas, ícones, pacificamente estruturadas

E à São Francisco seu ícone maior, o nosso amor

Unidos á misericórdia, a humildade e compaixão.


Depositamos carinho, gratidão à Joyce Krischke

E ao poeta, jornalista, José J. Oliveira Gonçalves


Cristal é o teu jubileu, querida confraria CAPPAZ

Reténs no coração os artistas e poetas pela Paz

Intensas são nossas emoções ao te homenagear

Sois sol, luz, edificação, amor, buscas plenitude

Trazes aos nossos corações a sensibilização, Fé

Além, muito além, os olhares das almas aqueces

Lenitivo aos corações feridos pela dor e aflições.


Desta instituição temos seguimento, inspiração

Ao Bem, á Paz; irmanados seguimos em oração.


Cada ano há os regozijos ao fazermos parte de ti

A nossa amada, altaneira e muito nobre CAPPAZ

Para nós tens o perfume de flor, girassol, canção

Paz, humildade e misericórdia, luta por idealismo

A grande maravilha é ter a CAPPAZ entre poetas

Zelando pela Paz, Resistência, Amor e Comunhão.


Cabedelo/PB- 24/04/2023



168ª CIRANDA CAPPAZ – PARTE LIVRE


01 ABERTURA

PENSAMENTO FUGAZ

Josias Alcantara


Navegar pelo infinito

Explorar todo universo,

Estender na alma o rito

Pincelado ao tom do verso.


Descobrir em cada estrela

O seu brilho cintilante,

Ver a lua a se entretê-la,

No calor do sol reinante.


Conhecer toda a candura

Da mais excelsa estrutura,

Desse plano universal...


É sentir a poesia

Bem cerzida em cortesia,

Do universo celestial!


PARTICIPANTES


1. Antonio Zanetti Junior (02)

2. José Maria de Jesus Raimundo Silva (03)

3. Josias Alcantara (01) ABERTURA

4. Josias Alcantara (04)

5. Lúcia Silva (09)

6. Marina Martinez (06)

7. Patrícia Ferreira dos Santos (08)

8. Sandra Lúcia (07)

9. Valmir Vilmar de Sousa (Vevê) (05)


02

DIANTE DE UMA ALMA

(AUTOANÁLISE?)

Antonio Zanetti Junior


Vejo os teus olhos,

Teus movimentos.

Luzes que cintilam,

Dores que dominam.

Sinto teu coração,

Teus sentimentos.

Olhos que ensinam,

Mãos que acalentam.


Penso nas verdades

E nas mentiras cruas.

Vertidas líquidas de tua alma.

Ira incontida

Ou suave calma.

Da persona imposta

Ou da pessoa nua.


Ès o espelho

De minha imagem.

Ès o revérbero

Da minha voz.

Estou contido

Na tua linguagem.

Somos ego

Mas não somos nós.


Itj 13 out 20


03

SIMPLESMENTE

José Maria de Jesus Raimundo Silva


Eu digo que quero,

Faço o que posso.

Quando ao seu lado estou.

Transformo as cinzas em flores,

Armas em buquês.

As palavras em beijos ardentes.

Simplesmente porque eu te amo.


04

CIÚME

Josias Alcantara


O ciúme, muitas vezes, nos faz mal

Noutras tantas, o ciúme até faz bem,

É preciso no equilíbrio dosar sal

Para não descompensar o amor que tem!


O ciúme é traiçoeiro, mentiroso

E maltrata um coração apaixonado,

Já que engana, faz trapaças, é dengoso

E cuidados vale a pena, a luz do fado.


O ciúme descompensa o amor singelo

Pois só cobra a recompensa e luz do anelo,

Ao fartar-se da candura e caridade...


O ciúme não tem senso e em nós promove

desagravo descontínuo e assim se move,

Distanciando da melhor felicidade....


05

NO SILÊNCIO

Valmir Vilmar de Sousa (Vevê)


No silêncio da madrugada me ponho a pensar, minhas verdades

No entanto percebo que há outras verdades, a serem descobertas

Sinto uma voz que emana, do meu interior

Falando de amor e esperança

Imagino que devo acreditar, em outras verdades

Ainda que me seja frágil, neste momento

Olho para a terra distante, com certa paixão

Imaginando num futuro próximo, juntar forças

Olhar o tempo que me resta, desta vida

Vivida de paixões, desilusões

Uma fragilidade me abate, é verdade

Porém uma coragem arrebatadora, me domina

Neste tempo incerto

Concluo que a vida é bela

O amor vence todas as batalhas

Com um sorriso nos lábios

Agradeço a vida, que Deus me deu

A oportunidade de vivenciar experiências

Que me conduzem à minha evolução,

Gratidão


21/10/19


06

O livro

Fernando Sabino


Nos anos 60 trabalhei numa repartição pública. Lembranças daquela época às vezes surgem, do nada, algumas muito marcantes. Ressurgiu uma muito especial. Um dia, horário de almoço, pego minha bolsa e um livro, deixo em cima da escrivaninha e vou ao banheiro. Ao retornar, encontro meu chefe imediato, vermelho como um tomate, com o livro na mão. “No meu gabinete”, diz áspero. Fomos para lá, porta fechada, ele possesso, eu, sem compreender a situação. “Não entendo como uma pessoa como tu possa ler isso! E trazer para o trabalho! Imagina se o Superintendente entra na sala e vê. O que vou fazer? Como posso justificar tua conduta?” Nessa altura, eu estava me sentindo bem menor do que era – e eu sou baixinha. Não consegui falar, tamanha a bronca que estava levando, em especial por não compreender. Ele abre a porta e retorno para minha mesa, ainda sem apreender a magnitude da confusão. Uma colega, presenciando tudo, me traz um copo de água, senta ao meu lado e justifica: ‘não fica chateada com ele, apenas quer te proteger! Ele gosta muito de ti. Deixa ver esse material tão pecaminoso’. Pega o livro, manuseia e me devolve. ‘Quando terminares de ler, se possível, podes me emprestar?’

Passado o desconforto, o incidente morreu, como tantos outros morreriam no decorrer da minha trajetória. Muito tempo depois descobri que o livro foi campeão de venda, na época. Nome e conteúdo dessa publicação tão impura e perturbadora? O Homem Nu. Contos e crônicas de Fernando Sabino.


(Palhoça, 140223)


07

PRIMAVERA

Sandra Lúcia


Acordei em um lindo dia de primavera,

Quantas flores em meu jardim

Lembram minhas amigas Veras,

O ar mais puro que senti

Com o perfume de flores

Deveras rosas e jasmim.


Acordei a minha neta,

Era cedinho, ainda frio,

O sol encoberto de nuvens.

Chuvas na primavera, nunca vi!


Na minha infância sentia o perfume das flores,

O mar suave desnudava a areia

Com as espumas das marolas

E o reflexo da lua cheia…


O bem te vi me despertava todas as manhãs

Colhendo o néctar no jardim,

Onde as crianças brincavam alegres

E sorridentes na maravilhosa sensação de existir.


Que mundo devemos construir?

Com que alicerces construímos a moral

De nossas moradas?

Que rumo ajudei a definir

Para construirmos um país feliz

Com as riquezas de nossas terras,

Um presente da Mãe Natureza?


Que mundo é esse?

Ajudei a construir no anonimato do existir?

Será que as nossas crianças resistirão?


Sim! Tornando nossos jardins mais floridos,

Os pássaros continuarão entoando seus cantos

E as crianças brincarão sorrindo,

Fluindo o novo amanhã de luz, amor e paz.


08

ELE

Patrícia Ferreira dos Santos


Seduziu-me com seu abraço

Acolhimento e carinho

Foi um sonho

Queria muito está ao seu lado

Mas ele morreu

Foi embora

E me deixou

Com as lembranças e fantasias.


09

ALMA COLORIDA

Lúcia Silva


Estou de bem com a vida,

Com Jesus e a natureza,

Alma feliz, colorida,

Plena de delicadeza!



49 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page